quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Rosca Bailarina

    Fotos: The Bread Monk

Ingredientes:
3 tabletes de fermento para pão ((ou 2 colheres de sopa de fermento granulado seco)
250 grs. de açúcar
100 grs. de manteiga ou margarina
50 grs. de banha
2 copos de leite morno
4 ovos
± 1 quilo de farinha de trigo.


Faça primeiramente a esponja esponja: 
Dissolver o fermento no leite morno com 1 xícara de farinha de trigo e umas 3 colheres de açúcar. Misture e esperar crescer uns 30 minutos. Depois, colocar os outros ingredientes, sovar e deixar crescer. Abra a massa, passe uma camada fina de um creme feito com  3 colheres de manteiga com 5 colheres de açúcar. Enrole, de modo que dê umas 4 voltas, para a rosca ficar bem gordinha. Corte pedaços de uns 3 a 4 cm.

Coloque em uma assadeira com buracos, daquelas para muffins ou cupcakes. Pegue uma tesoura bem afiada ou estilete e faça uma cruz em cima de cada rosca. Leve para assar em forno quente. Depois de assada, se quiser despejar uma calda de leite, fica muito bom também.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Pudim de Bombom

    Fotos e receita original é de Cusco Ovelheiro

É uma combinação maravilhosa entre pudim de leite condensado e bombom! Um simples pudim vira uma sobremesa que da água na boca.

Ingredientes:
10 bombons (Sonho de Valsa ou Serenata de Amor);
1 lata de leite condensado;
1 medida da lata de leite condensado de leite;
1 colher de farinha de trigo;
3 ovos;
1 xícara de açúcar (para caramelar a forma).

Começaremos caramelando uma forma redonda com furo no centro. Leve-a ao fogo fogo baixo com a forma e 1 xícara de açúcar. Não mexa para não “empelotar”. Se notar que está derretendo de forma desigual, dê uma espalhada com a colher.



Pronto, tudo derretido, nosso ponto é esse. Fora do fogo vamos ‘untar’ a forma com o açúcar derretido. Não esqueça as laterais e o centro. Enquanto for espalhando, vai notar que está secando. Pronta a forma, devidamente untada.
Enquanto caramela a forma, podemos preparar o pudim:

Utilizaremos os ovos, o leite, a farinha e o leite condensado. No liquidificador, inserimos o leite condensado,
os 3 ovos e a farinha. Para adicionar o leite basta encher a lata em que estava o leite condensado. Nesse tempo o açúcar já deve ter derretido e a forma caramelada.
Bata no liquidificador todos os ingredientes do pudim. Vamos começar dar forma a nossa sobremesa:
Desembrulhe os bombons. Disponha os bombons na forma já caramelada de maneira que eles fiquem bem distribuídos. Aqui eles foram feitos inteiros, mas podem ser picados também. Adicione os ingredientes que já foram batidos no liquidificador. Coloque aos pouquinhos para que os bombons fiquem no lugar. Se eles saírem do lugar, sem problemas!



Vamos usar o banho-maria. Em um recipiente que vá ao forno, coloque água fervendo. Aproveite e já acenda o forno e pré-aqueça a 230º por 5 minutos.  Coloque sua forma em dentro desse recipiente e é só assar no forno pré-aquecido por 40 minutos. (Neste ponto, acrescento uma observação: eu gosto de assar o pudim tampado com uma folha de papel alumínio, para não dar uma casca.)

Cuide para que a água não seque. Reponha se necessário. 40 minutos depois, seu pudim estará assado. Deixe esfriar um pouco e coloque na geladeira por no mínimo 4 horas. Após a geladeira ele fica mais murchinho. Para desenformar e servir. Se sua forma é anti-aderente você não terá muitos problemas na hora de desenformar. É só virar a forma em cima do prato que você vai utilizar. Se sua forma não á anti-aderente, com uma faca, passe nas laterais da forma e aí sim desenforme. Faça delicadamente para não quebrar.
Prontinho! Aí está nosso pudim…

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Bolinho de Chocolate na Caneca

     (Fotos: Zoom Yummy)

Ingredientes para 2 canecas:
1 ovo
4 colheres de sopa de leite
3 colheres de sopa de óleo (ou manteiga derretida)
4 colheres de sopa de açúcar
3 colheres de sopa de farinha
2 colheres de sopa de chocolate em pó
½ colher de chá de fermento em pó

Rendimento: 1 caneca grande ou 2 pequenas de 300 ml.

Modo de preparo
Numa tigela média coloque o óleo (ou a manteiga derretida no micro-ondas – em torno de 30 segundos, depende do seu forno). Junte o ovo e bata com um garfo (ou fouet – aquele batedor de inox/silicone) até a mistura ficar homogênea. Acrescente aos poucos o leite, o açúcar, a farinha e o chocolate ou o cacau. Sempre mexendo. Por último coloque o fermento e misture delicadamente.


Coloque metade da massa em cada caneca untada com manteiga (300ml cada) e leve por 3 minutos ao micro-ondas na potência máxima. Depois de pronto, pode-se servir com uma bola de sorvete, ou chantily ou uma calda de chocolate.

Doce de leite na Palha de Milho

         Foto: Edison Zanatto/Flickr

Isso é uma mineirice sem igual! Dificilmente é encontrado para comprar nas grandes cidades, mas no interior de MG,  principalmente na região de Araxá, ainda existem indústrias familiares que produzem o legítimo doce de leite na palha. Acredita-se que a ideia de embalar o doce na palha surgiu nas fazendas.  O doce, recém preparado, grudava muito nas mãos e quem ainda insistia em comê-los mesmo assim, ficava  com as mãos pegajosas. A solução então foi embrulhá-los nas palha, tão abundantes em qualquer rancho de terra. Essa maneira de apresentação do doce ganhou uma originalidade e curiosidade em prová-lo.

Ingredientes
10 litros de leite
2 k. de rapadura picada

Material
Palha de milho
(obs.: Geralmente é feito com as folhas de palha que ficam mais por dentro da espiga, porque estão mais branquinhas e limpas. Umedeça um paninho com álcool ou água e passe delicadamente sobre cada uma. Lembre-se que o doce não fica em contato direto com a palha, tem um papel celofane para proteger o doce de impurezas.)
2 folhas de papel celofane transparente, cortado em quadrados de  10 x 10 cm

Modo de preparo
Levar o leite e a rapadura ao fogo e mexer até a rapadura derreter e a mistura começar a se soltar do fundo do tacho. Despejar em um tabuleiro e deixar esfriar. Com uma colher, retirar porções do doce e fazer bolinhas no tamanho desejado. Enrolar as bolinhas em pedaços de papel celofane transparente,  depois na palha de milho, torcendo as pontas como se fosse uma embalagem de bala ou fazendo uma trouxinha.  Amarre com uma tira de palha e corte o excesso. (Receita adaptada de Sabores de Minas)

domingo, 27 de janeiro de 2013

Pão Caseiro de Liquidificador


Bata no liquidificador:
1 ovo
2 tabletes de fermento p/ pão ((ou 1 1/2 colher de sopa de fermento granulado seco)
1 colher (sopa) de açúcar
1/2 colher (sopa) de sal
1 copo (dos de requeijão) de água morna
½ copo (dos de requeijão) de óleo


Passe a mistura para uma tigela grande e acrescente cerca de 500g de farinha de trigo aos poucos até desgrudar das mãos. Cubra a massa com um pano e deixe crescer por 1 hora em local seco e sem vento (dentro do forno é uma boa pedida). Passado o tempo de descanso enrole os pães e deixe crescer novamente por 20 minutos. Leve ao forno pré-aquecido em 180º até a casca estar dourada.

http://www.panelaterapia.com/2010/08/pao-caseiro-de-liquidificador.html#ixzz2EfKBUgYr

Sorvete de Toblerone


Ingredientes:
100g de amêndoas torradas
1 xícara de açúcar refinado
1 caixa de sorvete de 2 litros de baunilha (se não tiver, pode ser de creme também)
2  barras de Toblerone  de 100g  picado

Forre uma assadeira com papel manteiga. Espalhe as amêndoas sobre papel manteiga e reserve.

Coloque o açúcar em uma frigideira pequena antiaderente em fogo baixo. Incline a frigideira para trás e para a frente, ocasionalmente, até que o açúcar se dissolve e fica com uma cor de caramelo. Despeje sobre as amêndoas que estão na assadeira.

Quando estiver completamente frio, quebrar em pedaços. Colocar as amêndoas carameladas em um processador de alimentos. Processe até que fique picadinho, para formar um pralinê. Se não tiver um processador, coloque as amêndoas no meio de um pano de prato limpo, feche o pano e martele um pouco. Dá o mesmo resultado.

Tire o sorvete do congelador. Despeje em uma tigela grande e deixe amolecer um pouco. Não derreter. Usando uma colher grande de pau, coloque o Toblerone picado e metade das amêndoas carameladas. Retornar à caixa original do sorvete e volte para o congelador.  Sirva o sorvete polvilhado com o pralinê de amêndoas restante.

sábado, 26 de janeiro de 2013

Fantasia


Esta sobremesa vai decorar qualquer mesa,  como também é de uma preparação muito simples. E parece tão bom como no restaurante.

Ingredientes:
1 bola de sorvete de creme
1/2  xícara de manteiga
2 xícaras de chocolate ao leite ralado
3/4 de  xícaras de creme de leite
1/2 copo de nozes picadas
1 colher de chá de café instantâneo Nescafé
Morangos e chantilly para decoração

Modo de Fazer:
Misture a manteiga, o chocolate e o creme de leite em banho maria. Misture bem até derreter e ficar liso.
Retire do fogo e acrescente o pó de café e as nozes picadas. Reserve.

Pegue um copo ou tacinha, coloque o sorvete no undo e o creme de chocolate sobre sorvete.
Cubra com chantilly e decore com um morango. Achei AQUI:

Rocambole de Linguiça

           Fonte: Blog da Fe Dayrell 

Ingredientes:
02 kg de carne para linguiça (ou de linguiça e você tira a carne de dentro da tripa)
200 gramas de presunto fatiado fino
02 xícaras de chá queijo minas ralado grosso
01 xícara de chá de tender ralado grosso (opcional)
01 colher de sobremesa de orégano
01 colher de chá de pimenta calabresa seca
pimenta do reino moída
papel alumínio
azeite para untar

Modo de fazer:
Em um vasilha misture o queijo, tender, orégano pimenta calabresa e reserve.
Coloque a carne da linguiça em uma vasilha, acrescente pimenta do reino moída e amasse alguns minutos para ligar. 


Coloque sobre um pedaço bem grande papel alumínio e com auxílio de um rolo abra a carne formando uma manta sobre o papel, coloque as fatias de presunto e por cima a mistura do queijo ralado com o tender. Com ajuda do papel alumínio enrole formando um rocambole, apertando bem e fechando as laterais.


Quando o rocambole estiver todo fechado, unte o papel alumínio com um pouco de azeite e envolva o rocambole, coloque em uma assadeira forrada com papel alumínio.



Leve ao forno a 200º até assar, aqui em casa deixei 2 horas e 30 minutos em fogo baixo, abri o papel alumínio e voltei ao forno por mais 25 minutos para dourar.
Dicas:
  • Se não encontrar a carne de linguiça sem a tripa, compre a linguiça comum e retire-a da tripa, por isto precisa amassar para ligar.
  • A linguiça não pode esta congelada, pois senão não da liga.
  • Use o recheio da sua preferência, mas use recheio seco.
  • Dá próxima vez vou usar 1 kg de linguiça comum e 1 kg apimentada.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Cestinha de Bacon


     Fotos: Merriment Design

Ingredientes para 1 cestinha:
5 a 6 fatias de bacon em fatias
1saladeira de vidro, copo ou ramekins, para fazer as cestinhas do tamanho que quiser
assadeira de vidro
rolo de toalha de papel

Modo de fazer no microondas, com a saladeira de vidro:
Forre uma assadeira pirex com um monte de toalhas de papel. Coloque sua tigela de preparação de vidro no meio da assadeira. Coloque papel toalha sobre a saladeira virada, para absorver o bacon e ficar mais fácil de remover do copo quando estiver pronto. Cubra com três tiras de bacon o topo, como na foto abaixo .


Depois, pegue mais tiras de bacon para trançar sobre as que já cobriam a saladeira. Cubra todo o bacon com papel toalha e leve ao microondas até 4 minutos. Vá verificando no meio do caminho para ver como ele está assando. Quando estiver pronto, tirar o bacon fora da saladeira de vidro de preparação. Retire o papel toalha encharcada de gordura enquanto ele ainda está quente e maleável.



E o resultado fica assim: 


Agora, use sua criatividade, recheie com o que quiser. Pode ser uma saladinha, pode ser talvez uma massa...
Fonte: AQUI

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Torta Mineira de Goiabada com Queijo


Massa:
1/2 embalagem de biscoito maizena (200g)
150g de manteiga ou margarina
1 colher de sopa de açúcar

Prepare a massa levando ao processador o biscoito e bata até obter uma farofa. Despeje numa tigela funda, junte o açúcar,  a margarina ou manteiga e amasse bem com os dedos até obter uma massa macia e que solte das mãos, para ligar tudo. Forre o fundo e as laterais de uma forma desmontável (27 cm de diâmetro). Reserve.

Recheio:
250g de queijo fresco sem sal
2 ovos
1/2 xícara de açúcar
1 xícara de creme de leite
1/2 xícara de leite
1 colher (chá) de amido de milho
Raspinhas de limão

Bata todos os ingredientes no liquidificador até obter um creme espesso e liso. Coloque sobre a massa e leve ao forno pré-aquecido (180ºC) até que o recheio fique firme, cerca de 30 minutos. Deixe esfriar e desenforme.

Cobertura:
250g de goiabada cremosa (se estiver grossa, dissolvê-la com um poco de água quente)
Cubra a torta já assada com a goiabada cremosa e leve para gelar por 2 horas. Sirva a seguir!

Fonte: adaptação de Receitas da Meire

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Costelinha na Cachaça, com Angú e Taioba

     (Foto: Daniel de  Macedo)

Ingredientes:
1 kg de costelinha de porco
2 litros de água
200 ml de suco de limão
200 ml de cachaça de boa qualidade
sal e pimenta do reino a gosto
2 colheres de sopa de bacon
2 dentes de alho picados
1 cebola picada
1 cenoura cortada em cubinhos
100 ml de vinagre balsâmico
1 colher de sopa de colorau
6 tomates sem pele e sem sementes, picados em cubos
2 cubos de caldo de frango
2 colheres de sopa de uva passa
   
Modo de Fazer:

Corte as costelinhas em pedaços individuais. Em uma panela, coloque a água e, quando estiver fervendo, acrescente a cachaça, o suco de limão e as costelinhas. Deixe ferver por 1 minuto apenas. Escorra a água das costelinhas e reserve.
Numa panela, de preferência de ferro, frite o bacon para liberar a gordura; coloque as costelinhas, lado a lado, e acrescente sal e pimenta do reino a gosto. Deixe fritar por alguns minutos e vire para tostar também o outro lado.
Retire as costelinhas da panela e reserve. Escorra boa parte da gordura que está na panela e volte ela para o fogo. Acrescente o alho, a cebola e a cenoura. Mexa a mistura com uma colher até que ela libere um pouco de líquido. Coloque o colorau e continue mexendo. Jogue o tomate e deixe liberar mais um pouco de líquido. Acrescente o vinagre balsâmico e os 2 cubos de caldo de frango e mexa mais um pouco.
Coloque as costelinhas lado a lado em uma forma refratária, jogue por cima os ingredientes misturados na panela e salpique uvas passas. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por 1h30m.
Sirva com angu e taioba refogada:

Como fazer a Taioba:

Ingredientes:
1 a 2 folhas de taioba (dependendo do tamanho)
água o suficiente para aferventar a taioba
3 dentes de alho
2 colheres (sopa) de óleo
sal a gosto 

Modo de Fazer:
Lave as folhas da taioba, extraia as nervuras e corte-as em tirinhas, como se fosse couve. 

Coloque a taioba já cortadinha em uma panela com água e deixe dar uma leve fervura. Escorra toda água. Coloque em uma frigideira um pouco de óleo, tempero e refogue o alho amassado. Coloque a taioba, espere refogar, mexa e abafe-a com a tampa da panela para cozinhar um pouco. Verifique o sal e pronto.
 Fonte adaptada: Culinária de Domingo
Receita adaptada. Original de Ronalson Vargas

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Empadinha de Palmito na Xícara

                          Fonte: Casa e Jardim 

Ingredientes para o recheio de palmito:
1 cebola ralada;
1/2 xícara de óleo;
3 dentes de alho amassados;
500 g de palmito;
2 tomates maduros, sem pele, picados;
1 folha de louro;
1/2 xícara de salsinha picada.

Massa:
3 xícaras de farinha de trigo;
1 colher (chá) de sal;
200 g de manteiga em temperatura ambiente;
1 colher (sopa) de banha;
1 gema de ovo batida com 1 colher (sopa) de óleo ou azeite, para pincelar.

Modo de fazer:

Recheio
Pique o palmito em cubinhos.  Em uma frigideira, refogue a cebola no óleo até murchar. acrescente o alho, o palmito, o tomate e o louro. Cozinhe por 10 minutos ou até o líquido secar. Acrescente a salsinha e retire o louro.

Massa
Numa vasilha, misture a farinha de trigo e o sal, acrescente a manteiga e a banha e, com o auxílio de um garfo, faça uma farofa. Junte 1/2 xícara de água e misture rapidamente. Adicione mais um pouquinho de água, em quantidade suficiente apenas para formar uma bola de massa firme (cerca de ½ xícara). Embrulhe a massa com plástico e leve à geladeira por 1 hora, no mínimo. Abra a massa em superfície polvilhada com farinha. Forre xícaras de café refratárias com a massa, recheie e cubra com mais massa. Pincele a gema nas empadinhas. leve para assar em forno preaquecido a 200 ºC por 20 minutos.

Rendimento 24 unidades
Tempo de preparo 1 h 45 min

A Omelete Nossa de Cada Dia

    Foto: VK.com

Quer uma comida rápida e que mata fome? Que não precisa ter muito conhecimento culinário, pois qualquer pessoa consegue fazer? Chegou tarde em casa e não tem nada pronto, nem congelado? Omelete!!! Garanto que nem vai mais falar em fome...

Ingredientes:
2 ovos
sal a gosto
1 pitadinha de Pó Royal (opcional)
pimenta-do-reino a gosto
cheiro verde picadinho a gosto
1 colher (chá) de manteiga

Se quiser um gostinho especial, coloque uma pitada de Fondor ou Grill. E quando for virar o omelete, pode acrescentar sobre o ovo uma fatia de queijo, ou presunto, etc.

Modo de fazer
 Bata os ovos com um garfo, juntamente com o sal, a pimenta e o Pó Royal. Adicione o cheiro verde. Não precisa bater muito.  Derreta a manteiga em uma frigideira antiaderente. Quando a manteiga espumar, despeje os ovos batidos. Pegue a frigideira pelo cabo, vá inclinando para nivelando o ovo em todo o fundo.

Quando perceber que a parte de baixo já está corada, pegue uma espátula de silicone grande e vire o omelete, para corar do outro lado. Dobre a omelete em 2 ou 3 vezes, da borda para o meio.  Coloque a omelete no prato, virando a frigideira sobre ele. 

Dicas:  Para fazer a omelete de ervas, acrescente 2 colheres (chá) de folhas frescas a gosto (estragão, cerefólio, manjericão...) à mistura de ovos. Se preferir o de cogumelos ou brócolis, troque por 2 colheres (sopa) das variedades que preferir, previamente refogadas. Ou o recheio de sua preferência.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Pão Ursinho

     Fotos: enjoylivingsustainably.com

Ingredientes:
600g de farinha de trigo
30g de açúcar refinado
10 grs. de sal
1 colher de sopa de fermento seco para pães
180g de água
Leite 180g
Manteiga 30gr., derretida e em temperatura ambiente

Peneire a farinha de trigo. Aqueça o leite em uma panela pequena até que ele começar a ferver. Retire do fogo e deixe amornar. Misture a farinha, açúcar, sal e fermento em uma tigela grande.

Adicione a água morna (mas não quente) e o leite (o mesmo se aplica, o leite ainda deve estar quente ao toque), para a mistura de farinha e misture bem. Coloque a manteiga derretida. Vá misturando até quando a massa virar uma bola, aí vire sobre uma superfície plana e sove até conseguir uma textura macia e lisa, isso dá mais ou menos cerca de 10 minutos.

Coloque a massa em uma tigela, cubra com filme plástico e deixe em um lugar quente até que a massa tenha subido para cerca de duas vezes o seu tamanho inicial, por 1  hora.

Depois de crescida, retire a massa da tigela e coloque sobre uma bancada.
Agora você vai preparar as orelhinhas dos ursos, moldando 20 bolinhas de massa.
Corte a massa restante em 10 partes iguais e enrole-as em bolas para criar as cabeças dos ursos.

Cubra novamente com um pano úmido sobre eles para evitar que sequem enquanto você trabalha as outras massas. Deixe descansando por uns 15 minutos.

Coloque os ursos nos tabuleiros forrados com papel manteiga e pincele com leite, sem umedecer demais. Encha alguns copos com água e coloque-os em vários locais ao redor do tabuleiro, entre seus ursos. Isso vai permitir que a massa cresça, mas não resseque.  Cubra tudo com filme plástico (ou um saco plástico grande), com cuidado.  Deixe os ursinhos crescerem em um lugar quente, até que eles dobrem do seu tamanho original, em torno de 1 hora.

Para o pão levemente dourado:  Pré-aqueça o forno a 220 graus e depois assar os ursos durante 15-20 minutos a 190 graus.

Para um urso mais claro, pré-aqueça a 190 graus, abaixe a temperatura e asse os ursos a 160 graus por 10 minutos, em seguida, cair a temperatura mais uma vez a 130 graus por mais 5-10 minutos. Se eles começarem a dourar, coloque imediatamente uma tigela de cabeça para baixo esmalte sobre eles, ou cubra com papel alumínio. Fique de olho no que os ursos ao assar, porque a temperatura do forno / tempos de cozimento irá variar.

Deixe esfriar em suas bandejas por 5-10 minutos antes de remover para uma gradinha para esfriar completamente.  Agora você pode decorar seus ursos! Os olhinhos e boca podem ser feitos com canetinha comestível ou chocolate derretido passado no palito.

Achei essa receita AQUI: - Adaptação

sábado, 19 de janeiro de 2013

Amendoim Crocante para Tira-gosto


INGREDIENTES

Primeira calda:
1/2 xícara (chá) de água
1 colher (sopa rasa) de sal
1 colher (café) de bicarbonato de sódio
1 xícara (chá) de açúcar refinado
1kg de amendoim cru com casca vermelha
3 ½ xícaras (chá) de farinha de trigo

Segunda calda:
1/2 copo (tipo americano) de molho de soja light (molho shoyu)
1/3 xícara (chá) de água
1 colher (sopa) de açúcar
½ colher (sopa) de manteiga
½ colher (chá) de glutamato monossódico
½ colher (chá) de sal

MODO DE PREPARO
Primeira calda:
Numa tigela coloque a água, o sal, o bicarbonato de sódio e o açúcar refinado e misture bem. Reserve.

Amendoim:
Numa assadeira grande coloque o amendoim cru com casca vermelha e umedeça aos poucos com calda (reservada acima) até que fiquem bem úmidos. Polvilhe aos poucos a farinha de trigo sobre os amendoins, coloque-os numa peneira e balance a peneira até retirar o excesso de farinha. Repita este processo por mais 3 vezes (total de 4).

Numa outra assadeira coloque os amendoins bem espalhados, leve ao forno moderado, preaquecido a 250°C até secar (cerca de 25 minutos), mexendo de vez em quando, para secar todos os lados. Retire do forno, quando estiver levemente dourado e crocante. Reserve.

Segunda calda:
Numa panela coloque o molho de soja light, a água, o açúcar, a manteiga, o glutamato monossódico e o sal e misture bem. Leve ao fogo até ferver. Coloque os amendoins (encapados e torrados) na panela misture e deixe no fogo até secar o fundo da panela. Coloque os amendoins novamente na assadeira e espalhe bem. Leve ao forno para secar, mexendo de vez em quando para secar por igual (cerca de 10 minutos). Retire do forno, espere esfriar e sirva.  Guardar em saco ou potes hermeticamente fechados.

Dica: para dar cor aos amendoins, substitua o molho de soja (shoyo) por:

Amarelo: 1 colher (café) cheia de açafrão com 2 colheres (café) cheia de curry
Vermelho: 2 colheres (café) cheia de colorau e 1 colher (café) de pimenta caiena
Verde: bata no liquidificador 1 xícara (chá) de água com ½ maço de salsinha e utilize 1/3 de xícara (chá) de água
Fonte dessa receita AQUI:

Pãozinho de Flor

      Fotos: Kulinariya

Essa receita é de um pãozinho salgado muito gostoso, que você poderá fazer também na versão doce, como uma receita básica de Rosca Rosa. O interessante aqui é a forma criativa da técnica de panificação que encontrei AQUI::

Ingredientes:
2 ovos
1/2 xícara (chá) de óleo de milho
1/2 copo de água morna
1/2 copo de leite morno
1 colher (sopa) de margarina
1 colher (chá) de sal
1colher de sopa de açúcar refinado
1 tablete de fermento biológico fresco de 15grs (ou 1 colher/rasa de sopa de fermento granulado seco)
500 à 600 grs de farinha de trigo

Bater no liquidificador todos os ingredientes, exceto a farinha de trigo. Despejar em uma tigela e acrescentar a farinha aos poucos. Vá amassando com as mãos, até desgrudar e obter uma massa lisa e macia. Deixe crescer por 1 hora. 

Em seguida, abrir a massa e colocar o recheio como na foto. 


Recheio:
200g de ricota amassada
200g de provolone ralado
1/2 xícara de passas ou azeitonas picadinhas
Salsinha picada a gosto
Sal a gosto

Coloque todos os ingredientes numa vasilha. Misture bem. Utilize para rechear os pães. Abra cada bolinha de massa crescida como um círculo de massa em Y, prestando atenção para que o meio fique inteiro e sem corte. Coloque uma colher do recheio e vá unindo as pontas, até fechar todas com pequenos beliscões.

Após preparar todas as flores, pincelar come com uma mistura de gema e leite. Assar em forno médio/alto.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Segredinhos para Decoração de Bolos


Essa postagem nem é uma receita, propriamente dita. É uma opção para aqueles dias que a gente está sem ideias e vai receber visitas para o lanche. Existem mil técnicas artísticas e maneiras caseiras para decoração de bolos, mas gostei dessas aqui:

Espiral de Corações: Aquele bolo comum, branco, fica muito mais bonito com esses coraçõezinhos de geleia (ou goiabada bem cremosa). Basta pingar na sequência de um espiral, pegar um palito e rodas sobre os respingos,  em círculo. Não é genial?


Encontrei também uma outra explicação, feita com seringa e depois com palitinho. Fica incrível, não?


Textura de Ondas:  Pode ser feito com glacê de qualquer cor





Para criar ondas, pressione as costas de uma colher de sopa na cobertura cremosa, em seguida, girar a colher como você como se fosse levantar para tirar .Para fazer linhas onduladas ou um padrão de faixa, basta arrastar um garfo em torno dos lados do bolo.

Outro jeito, porém precisa do bico de confeiteiro:

Sugestão de Cobertura: Creme de Manteiga 
115g de manteiga
4 a 4,5 xícaras de açúcar de confeiteiro
2 colheres de chá de água fervente
4 colheres de sopa de chocolate em pó
Se preferir colorir é só substituir o cacau por algumas gotas de corante alimentar da cor escolhida
Modo de fazer:
Bata a manteiga até ficar cremosa por pelo menos 10 minutos (torna-se creme de manteiga cremosa quando suaviza o gosto de manteiga)
Continue batendo e em seguida, adicione aos poucos o açúcar, e a água fervente.

Para obter outro sabor no creme de manteiga, você poderá substituir o cacau por:
-1/2 colher de sopa de baunilha ou
-1 pêra colher de chá, essência de morango morango ou outra essência
ou-1-2 colheres de sopa de suco (framboesa, morango, etc)
ou-3/4 colheres de chá de licor (amaretto é uma ótima dica, opte por 4 colheres se preferir um sabor acentuado de Amaretto)
Fonte: http://www.montaencanta.com

Panquecas Assadas de Frango


                      Foto: Anyzkowo

Uma versão deliciosa e original para o jantar. Panquecas de frango com queijo derretido no meio. Eu recomendo!
  
Ingredientes:
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de chá de manteiga derretida
2 ovos
2 xícaras de leite
uma pitada de sal
1 pitada de pó Royal

Misture todos os ingredientes até ficar homogêneo. Prepare as panquecas uma a uma,  despejando uma concha da massa na frigideira quente. Deixe corar dos 2 lados e  reserve em um prato.

Recheio:
2 filés de frango individuais, cortado em cubinhos
1 cebola grande
1/2 pimentão vermelho
1/2 pimentão verde
3 colheres de sopa de molho de tomate Pomarolla
½ tablete de caldo de galinha
sal, pimenta
100 grs. de parmesão ralado
100g de mussarela ralada
azeite para fritar

Aqueça o azeite em uma panela e misture a cebola picada. Adicione o frango picado, temperado a gosto com sal e pimenta. Adicionar a cebola e pimenta. Refogue com um pouco de água, mexendo de vez enquanto. Despeje o caldo de galinha e o Pomarolla. Deixe ferver alguns minutos, até ficar macio.  Desfie grosseiramente os pedaços de frango junte a mussarela ralada ao recheio. Reserve o molho que sobrou na panela.

Preparando panquecas:
Pegue cada uma das panquecas cozidas, coloque um pouco de recheio no meio e dobrar como envelope. Despeje o restante do molho e polvilhe com o queijo parmesão. Asse no forno durante 20 minutos a 200 graus. 

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Carne de Lata Mineira

       Foto: Lívia Nogueira Campos

Existe  uma técnica muito famosa na cozinha mundial e comum para nossas avós. É a carne na lata, para os franceses, “Confit” (carne cozida na própria gordura). Essa forma de conservar a carne veio para o Brasil com os portugueses, muito usada nos tempos de colonização. A preparação é de véspera. Um dia para o tempero pegar e outros 15 dias para que a carne adquira um sabor bem característico. O ideal é que a carne seja consumida no mínimo 1 semana após ser preparada. Cada dia que passa ela fica mais saborosa e suculenta.

Ingredientes e modo de fazer:
2 quilos de carne - escolha coxão duro,  lagarto, costelinha ou carne de porco: inteira ou em pedaços.
Amassar 4 dentes de alho, 4 grãos de pimenta e ervas. 
Tempere com 2 colheres de sobremesa com o tempero mineiro de costume (aquele que a gente sempre tem pronto, guardado em um vidrinho.) Veja a receita AQUI:

A pasta de tempero é espalhada por toda peça, junto com as ervas e pimentas à sua escolha. A carne deve ser coberta com um pano para descansar. Após duas horas, vai para a geladeira embalada em plástico até o dia seguinte. Não deixe caldo nessa carne! Quando for cozinhar e se tiver um pouco de caldo, seque com um papel toalha.

Depois de 12 horas, a carne vai pra panela e é dourada em um pouquinho de banha de porco. Depois de corada, cobrir a carne com banha (pode-se usar também a banha industrializada) e mais 1 litro de água e, quando entra em fervura, baixar o fogo. A carne fica pronta depois de 5 horas, cozida em fogo lento.

     Foto: outrascomida.blogspot.com

A carne é colocada em uma lata, do mesmo modo que os antigos tinham para guardar os alimentos. Aperte bem a carne e por cima ponha a banha do cozimento até cobrir. Depois, tampar a lata e deixar em local fresco, sem luz.

Dica:  A lata tradicional pode ser substituída  por potes herméticos ou descartáveis. Porém, deverão ser cobertos em pano de prato, para que não deixe passar luz.

Quando for servir, cortar a carne em fatias e fritar até que a gordura derreta e a carne fique quente. Se o cheiro é inesquecível, o sabor é surpreendente. (Fonte de pesquisa: clicar AQUI)

Dica para preparar a banha mineira:
Para quem não sabe, trata-se do óleo filtrado obtido ao se cozinhar a gordura do porco, solidificado ao esfriar; a pele que sobra é o que chamamos de torresmo. Compre no mercado de 2 a 3 k. de toucinho. Pique em pedaços e frite os torresmos com meio copo de água e sal grosso à gosto. mais ou menos uma hora e de vez em quando ele ia mexendo para não queimar, deixando fritar até criar muita gordura. Quando os torresmos estiverem douradinhos está ótimo. Fica muita gordura. Depois é tirar do fogo. Com uma espumadeira retirar os torresmos deixando escorrer bem para ficarem bem secos. A gordura que ficou na panela é a banha branca, coe 2 ou 3 vezes por um coador fino para retirar qualquer sobra do torresmo e ficar só a banha, colocar a banha em caixinhas e deixar solidificar.

Olhem essas dicas profissionais, da empresa mineira Xavante, que faz a carne de lata: CLIQUE AQUI

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Trufas no Copinho

       Foto: Docinhos La Douce

                       
Ingredientes:
200 g de chocolate meio amargo picado
200 g de chocolate ao leite picado
50 ml.  de licor de chocolate ou cacau
1 colher (sopa) de mel
1 lata de creme de leite sem soro

Para decorar, você vai gastar mais ou menos 100 gramas de uma dessas opções:
Chocoball, Chococrisp, confeitos de bolinha ou raspinhas de chocolate ao leite  

Modo de fazer:
Derreta os chocolates em banho-maria, mexendo até derreter por completo. Retire do fogo, misture o licor, o mel e o creme de leite com uma colher até ficar homogêneo. Despeje em copinhos e decore a gosto. Sirva gelado.  

Receita adaptada do blog Delícias Diárias

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Rocambole de Laranja e Baba de Moça


Massa
800 g de açúcar (reserve um pouco para polvilhar por cima do rocambole);
3 ovos;
3 colheres (sopa) de farinha de trigo;
45 gotas de essência de laranja;
¼ de xícara de água;
200 ml de suco de laranja;
1 colher (sopa) de raspas de laranja para enfeitar;
manteiga e farinha para untar.

Junte tudo e bata até obter uma mistura cremosa. Unte uma forma retangular com manteiga e farinha de trigo. Despeje a massa. Leve ao forno e deixe de 15 a 20 minutos. Quando tornar-se uma massa úmida e consistente, retire do forno e desenforme sobre uma tábua. Polvilhe com açúcar e reserve. 


Baba de moça :
½ xícara de açúcar;
1 colher (sopa) de manteiga ;
6 gemas;
1 lata de leite condensado; a mesma medida de leite de coco;
1 pedaço de casca de limão.

Misture o açúcar com 3 colheres (sopa) de água e leve ao fogo baixo, sem mexer, até formar uma calda em ponto de pasta. Junte a manteiga e retire do fogo. Passe as gemas por uma peneira e junte-as à calda. Acrescente o leite condensado, o leite de coco e a casca de limão. Mexa bem e leve novamente ao fogo baixo, sem parar de mexer com uma colher de pau, até obter a consistência cremosa. Espere esfriar e coloque a baba de moça em cima da massa e enrole. Por cima do rocambole já pronto, polvilhe açúcar.  Sirva à temperatura ambiente.

Dica: Rale a casca de uma laranja bem fina, sem pegar a parte branca da fruta, e use para decorar o prato.

Fonte dessa receita AQUI

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Rosquinha de Cerveja

     (Foto: home.padarianeia.com.br)

Ingredientes:
2 xícaras de farinha de trigo bem cheias
250 grs. de margarina
1 colher de sopa de açúcar
1 xícara de cerveja

Modo de Fazer:
Misturar a farinha com a margarina e o açúcar até formar uma pasta. junte a cerveja, amasse bem e leve à geladeira por 1 noite. Fazer as rosquinhas bem finas. Assar em tabuleiro untado e depois passar no açúcar cristal depois de assadas.
(Receita de Dona Leiva Carvalho)

Sanduba no Potinho


É uma opção light e serve perfeitamente para os dias de preguiça na cozinha! Vamos começar preparando o recheio: (Fonte: Panelaterapia)

1 lata de atum (em água)
1 tomate sem semente picado
1/4 de cebola picada
cheiro verde
sal
pimenta do reino
4 colheres de sopa de creme de ricota(ou requeijão)

      
Unte 2 ramequins com azeite.
Intercale fatias de pão de forma integral sem casca e o recheio


Iniciando com o pão e finalizando com queijo ralado
leve ao forno até dourar o queijo

É importante que o recheio seja bem molhadinho e se o seu forno tiver dourador (grill) manda bala que fica bem "bronzeado"!

domingo, 13 de janeiro de 2013

Não Acredito


O nome desta sobremesa diz tudo sobre ela, Não Acredito que seja tão fácil, Não Acredito que seja tão rápida, Não Acredito que seja tão gostosa. Você vai literalmente delirar e claro, se deliciar. Essa receita foi dada pela atriz Mariana Rios. Achei esta receita e fotos no blog  Na Cozinha lá de Casa, da Fê Dayrell

Ingredientes para 8 pessoas:02 caixinhas de morango
02 latas de leite condensado
02 colheres de sopa de manteiga
06 bombons partidos em 04 (usei sonho de valsa)
100 gramas de suspiro (comprado pronto)
16 palitinhos de chocolate

Modo de fazer:
 

Higienize os morangos e retire a folhinha verde (mas atenção mantenha o cabinho para não dar água), coloque para secar.
Em uma panela coloque o leite condensado e a manteiga, leve ao fogo mexa até dar o ponto de brigadeiro. Deixe ficar morno.

Em uma vasilha alta coloque no fundo metade dos morangos cobrindo o fundo da vasilha, despeje o brigadeiro branco por cima, coloque o restante do morango com a parte do cabinho para baixo. Leve a geladeira. Na hora de servir, coloque os bombons partidos em quatro, os suspiros e os palitinhos de chocolate.
Dica:
O ponto do brigadeiro deve ser um pouco mais mole, não é o ponto para enrolar.
Os suspiros e os palitinhos de chocolate acrescentei por minha conta, mas acho que ficou sensacional.

sábado, 12 de janeiro de 2013

Frango Moreno


Ingredientes:
1 frango em pedaços (ou 1 k. da parte que preferir)
1 cebola ralada
2 colheres de (sopa) de alho amassado
2 folhas de louro
2 colheres de (sopa) de óleo
½ xícara de (chá) de bacon picado
1 garrafa de cerveja preta (600 ml). Se quiser mais suave, faça só com a metade.
2 tabletes de caldo de galinha
Sal a gosto

Modo de Preparo

Tempere o frango com alho, cebola, o louro, o sal e reserve. Numa panela grossa, coloque o óleo e frite o bacon. Quando estiver bem dourado, junte os pedaços de frango e deixe dourar bem. Coloque depois a cerveja preta e o caldo de galinha. Deixe cozinhar até formar um molho grosso e cremoso (mais ou menos 20 minutos). Abafe e deixe por mais 5 minutos em fogo baixo, até que fique macio. Fonte:

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Cubu



Cubu - É um tipo de bolo de fubá, coalhada com erva doce, assado enrolado em uma folha de bananeira. Sustenta, que é uma beleza... Como eu procurava uma receita bem mineira, teria que ser de uma doceira famosa e tradicional na arte da culinária mineira. Achei no blog Quitandas de Minas, que saiu também a reportagem no caderno Paladar do jornal O Estado de S. Paulo. Reproduzo aqui a página de Rosaly Senra:

D. Maria do Carmo, conhecida por Carmem, leva os cubus e outras quitandas, todo sábado, para a feira de Congonhas. Também é uma participante ativa dos Festivais de Quitanda da cidade. Essa receita, como está, foi ditada durante uma das feiras de sábado.

                               Quituteira D. Maria do Carmo Santos Costa, São Brás do Suaçuí - MG

Ingredientes:
2 kg de fubá
1 kg de farinha de trigo
2 litros de coalhada
1 e ½ kg de açúcar
6 ovos
½ kg de margarina
250 g de gordura de coco
cravo
canela
erva doce
2 colheres (sopa) de bicarbonato
1 pitada de amor

Modo de fazer:

De véspera, cortar as folhas mais tenras da bananeira, lavar e cortar no tamanho para enrolar os cubus.

Numa bacia ou gamela, colocar o fubá, e a margarina. Numa vasilha à parte, colocar a gordura para esquentar ao fogo. Depois de quente, despejar sobre o fubá e a manteiga. Misturar bem. Antes que essa massa esfrie, juntar o açúcar, o sal e a farinha, misturando bem. Juntar a coalhada e reservar. Depois, juntar os ovos e bater, misturando tudo. Deixe descansar mais um pouco. Na hora de enrolar, juntar o cravo, a canela, a erva-doce e por último o bicarbonato. Para colocar para assar, tirar a massa com uma colher grande de arroz, e embrulhar nas folhas de bananeira. Levar para assar em forno quente.

Dica do site Sabores de Minas:
Neta de tropeiro, Natália Nascimento Souza, a Nazinha, de Ipoema e com 57 anos, mantém a tradição e sabe todo o processo de cor e salteado. Depois de retirar a lenha do forno, ela coloca as bandejas de metal, lembrando que, para o cubu ficar coradinho, “tem que ter caloria por baixo e por cima”. Outro segredo básico é dar três dobras na folha de bananeira. Dar duas dobras, virando as pontas para baixo. Colocar no tabuleiro, também com as pontas viradas para baixo. Assar em forno bem quente. Prefira as folhas novas da bananeira. Antes de fazer o cubu, levar as folhas ao fogo para murchar, separando as folhas das fibras grossas. O alimento é comido, geralmente, no café da manhã.

Queimadinho

    Foto: Cozinha de Lavoisier

Em noites frias, na beirada do fogão de lenha, entre um caso e outro, nada melhor que uma caneca de queimadinho.  Essa bebida traz uma sensação de aconchego e conforto e ótimo para tomar antes de dormir. Esquenta, que é uma beleza!

1 litro de leite
4 colheres de rapadura raspada ou açúcar mascavo
4 cravos
1 pitada de sal
1 pau de canela
1/2 xícara de café coado forte

Leve ao fogo a rapadura ou o açúcar, para formar uma calda dourada. Acrescente o café coado, o leite, a canela, o cravo e o sal. Mexer bem e deixar ferver, batendo para fazer espuma e engrossar. Acertar o tempero.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Cream Cheese Caseiro


Acabei de ver essa receita,  vim correndo postar no blog porque eu adoro cream cheese (pasta cremosa de queijo). Achei no site Receitas de Mãe:

Ingredientes
1 xícara (chá) de manteiga sem sal
3 copos de leite
1 copo de amido de milho
1 lata de creme de leite (sem soro)
3 colheres (sopa) de requeijão cremoso
1 colher (chá) rasa de sal
(eu adaptei aqui nessa parte da receita, acrescentando também 2 colheres de sopa de queijo minas mais firme, ralado no lado fininho. Assim, o queijo vai encorpar e dissolver no meio do creme, além de dar um gosto incrível!)

Modo de preparo:

Reserve o creme de leite e o requeijão. Leve os demais ingredientes ao fogo até engrossar.
Depois de morno, bata na batedeira com o creme de leite e o requeijão por uns 10 minutos para esbranquiçar e dar cremosidade.
Leve para gelar e no dia seguinte bata novamente na batedeira para que fique mais branco.

Dicas:
Coloque o cream cheese em copos e cubra com filme plástico ou em potes plástico tampado.
Conserve em geladeira por até uma semana.