Google+ Followers

domingo, 31 de março de 2013

Souflé Goiabeijo


Não é para querer me gabar não, mas não é todo dia que você recebe convidados para almoçar e quem vai para cozinha preparar a sobremesa é o Chef Felipe! Anotem aí a receita dessa delícia:

Ingredientes para 6 porções:
3 claras
250 grs. de goiabada cascão de boa qualidade
2 colheres de sopa de açúcar refinado
Coloque a goiabada picada em uma panela com 1 xícara de água, deixe ferver até ficar cremosa. Deixe amornar e reserve.

Bata as claras bem firmes na batedeira,  em velocidade alta.  Aos poucos, adicione a goiabada que estava reservada e misture bem.


Pegue 6  forminhas de louça próprias (ramekins),  devidamente untadas com manteiga e polvilhadas com açúcar. Limpe a borda com o dedo, mais ou menos 2 cm.,  retirando o açúcar para que o suflé não transborde no forno. 


Divida a mistura em cada uma delas, colocando somente 3/4 da mistura da vasilha. Leve ao forno preaquecido a 180ºC por aproximadamente 15 minutos ou até subir. Retire o suflê do forno, polvilhe açúcar por cima e sirva ainda quente, acompanhado da calda de queijo.  

Calda de Queijo:
1/2 xícara de creme de leite
1/2 xícara  de catupiry
1/2 xícara de requeijão cremoso
Misture os ingredientes e aqueça no microondas por 1 minuto. Se for necessário, coloque mais 30 segundos. Deixe para aquecer a calda quando o souflé estiver quase pronto. Se quiser o molho mais líquido, acrescente um pouquinho de leite.


Dica: Hoje conhecemos essa delícia de sobremesa e aprendemos o jeito que fica melhor na hora de comer: faça um furinho no centro do souflê e despeje o creme de queijo. Assim, os sabores ficam bem mais harmoniosos.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Bolo de Amêndoas e Geleia


                         Fotos e Fonte:

Massa do Bolo:
6 ovos
3 xícaras de farinha de trigo
3 xícaras de açúcar
200 ml de leite integral
2 colheres de sopa de margarina
1 colher de sopa de fermento

Bata as claras em neve e depois misture as gemas, uma a uma, sem parar de bater.
Acrescente o açúcar aos poucos e depois a farinha de trigo, misturada com o fermento. Reserve. Ferva o leite e derreta a margarina no leite. Misture aos poucos na massa e asse em um tabuleiro untado e polvilhado em forno médio.

Cobertura de creme:
 1lata de leite condensado
3 gemas
1/2 litro de leite
2 colheres (sopa) de Maizena

Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo, mexendo sem parar com uma colher de pau, até obter um creme encorpado e liso. Adicione 1 lata de creme de leite sem soro, deixe começar a ferver e desligue o fogo. Cubra com plástico aderente para não formar uma película. Espere esfriar (se quiser, pode levar à geladeira para firmar) e cubra e recheie o bolo.


Montagem do Bolo:
250 grs. de geleia de framboesa ou morangos
150 grs. de chocolate branco ralado

Depois de assado e frio, divida a massa do bolo em duas ou três partes iguais. Passe em cada parte uma camada de geleia de frutas. Coloque por cima algumas colheres de creme e cubra com a segunda parte do bolo. Se você tem três anéis, repita mais uma vez. Cubra todo o bolo com creme restante. Decore raspinhas de chocolate branco e amêndoas tostadas.


quarta-feira, 27 de março de 2013

Rolinhos de Massa de Pastel

    Fotos: The View from the Great Island

Estes pequenos rolinhos são com aquela massa de pastel que é vendida em rolos, que em qualquer supermercado é fácil de encontrar.


Corte uma tira larga, e divida em 2 partes, formando 2 quadrados.
O recheio é o que quiser, aquele que preferir: carne, frango, bacalhau, palmito, etc. Como  pode dar errado com esses ingredientes? 


Coloque uma colher do recheio em cada massa, enrolar o canto inferior ao redor do recheio. Dobre em ambos os lados, como um envelope e enrolar até o final. Umedecer a pontinha final com um dedo molhado com água. 


Fritar em óleo quente, de 4 em 4 rolinhos para não encharcar. Escorra em papel toalha. Se preferir, servir acompanhado de um molho, Katchup ou maionese.


Pudim de Mexerica

       Foto: Do Pão ao Caviar

Ingredientes:

1 lata de leite condensado
1 xícara (chá) de suco de mexerica natural
4 ovos
½ colher (sopa) de casca de mexerica ralada

Bata no liquidificador todos os ingredientes e transfira para  uma forma de pudim pequena untada com manteiga. Asse em banho-maria no forno, preaquecido em temperatura média, por  50 minutos ou até ficar firme. Retire do forno e deixe esfriar. Leve à geladeira por 3 horas.


Calda:
1 xícara (chá) de suco fresco de mexerica
4 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de amido de milho
1 colher (chá) de raspas da casca da mexerica
1 mexerica (só os gomos)

segunda-feira, 25 de março de 2013

Farofa de Taioba

           Foto: Lívia Nogueira Campos

A taioba é uma hortaliça que está desaparecendo dos quintais e das feiras pelo Brasil afora. Ela se parece com a couve, mas tem folhas maiores, mais largas e mais vistosas. É muita apreciada na cozinha típica de Minas Gerais. As pesquisas já comprovaram que a folha tem mais vitamina A do que a cenoura, o brócolis ou o espinafre.


Ingredientes:
1 colher de manteiga
1/2 cebola picada
1 colher de chá de alho amassado
1 xícara de farinha de milho
1 xícara de bacon ou linguiça picados
1 xícara de farinha de mandioca crua
2 folhas de taioba,  picada em tirinhas
sal, se necessário
cheiro verde picadinho

Modo de Fazer:
Em uma panela coloque a manteiga e o bacon ou linguiça para fritar. Assim que começar a corar, coloque a cebola e alho. Deixe refogar, coloque a taioba e depois as farinhas. Misture tudo e pronto! Prove o sal, se necessário coloque mais um pouquinho.

domingo, 24 de março de 2013

Pão Tigre


Essa foi a receita mais difícil de encontrar. Eu conhecia esse pão, mas não sabia como era essa casquinha. Pesquisei até cansar, mas no próprio Google não tem muitas opções, nem confiáveis, nem convincentes.

Achei no blog Testado, Provado e Aprovado,  esse pão de origem holandesa da década de 70 e que depois, ganhou o mundo.  Existem várias padarias e delicatessens especializadas em  produtos artesanais que  você pode encontrar, mas acho que o desafio é aprender a fazer em casa... Compartilho então a receita como está no blog, com pequenas adaptações que fiz:



Eu não conhecia este pão, e para quem também não conhece, eu o apresento.  Trata-se de um pão simples, próprio para fazer sanduíche, coberto com uma casquinha crocante, à base de farinha de arroz, toda rachada, o que justifica seu nome.
Este efeito "rachado" é obtido espalhando-se uma pasta à base de arroz em cima do pão. Como a farinha de arroz não contém glúten, quando vai ao forno ela seca e racha quando o pão expande. O resultado não é só lindo, é delicioso também!

Ingredientes para a massa :
15g de fermento biológico fresco (ou 1 colher de sopa/rasa de fermento granulado seco)
1 colher de sobremesa  de açúcar
2 colheres de sopa de azeite extravirgem
1 colher de sopa/rasa de sal
400g de farinha ou a quantidade para a massa soltar das mãos
200 ml de água morna, quase fria


Modo de preparo da massa do pão:
Disponha em uma vasilha o fermento biológico e o açúcar e misture até derreter. Junte o azeite e o sal.
 Misture com uma das mãos e junte a água.  Misture mais uma vez e coloque a farinha aos poucos, trabalhando com uma das mãos. É bem mais fácil misturar a farinha em várias etapas, aos poucos.


A massa deve levar perto de uns dez minutos para começar a se soltar das mãos. Trabalhe-a, então, mais 5 minutos, sem sovar, para ela ficar lisa, no ponto.  Deixe descansar durante 1 hora. Faça 4 bolas e deixe descansar por mais 1 horas.

Fazendo o pão tipo hamburger:


E para Pão Inteiro:



Ingredientes para a cobertura:
Dependendo da grossura da casquinha desejada, esta receita é suficiente para espalhar em 2 pães bisnaga (compridos)  ou 10 pães tipo hambúrguer.


2 colheres de sopa (15g) de fermento biológico seco
2 colheres de sopa (30g) de açúcar
2 colheres de sopa de óleo de soja ou gergelim
½ colheres de chá de sal
1½ xícara de farinha de arroz (pode ser de arroz branco ou integral, mas não pode ser nem creme de arroz nem o japonês)
1 xícara de 240 ml aproximadamente de água morna




Modo de fazer:

1. Prepare a receita de pão, normalmente. Quando você terminar de formar os pães para o último crescimento antes de assar, comece a fazer a cobertura.

Misture todos os ingredientes, deixando para acrescentar a água por último, aos poucos, até chegar à consistência desejada, que deve ser fácil de espalhar mas que não escorra.

Deixe  descansar por 15 minutos antes de aplicar.

2. Espalhe a cobertura sobre os pães. Use uma espátula para manteiga que funcionou muito bem.

3. Deixe que o pão termine de crescer normalmente. O ideal é que o pão seja colocado no forno pouco antes de crescer totalmente, para que ele expanda mais um pouco no forno, para criar as rachaduras na crosta. 

4. Ao assar, coloque o tabuleiro na prateleira do meio do seu forno. Asse até corar. 

Para Fazer a farinha de Arroz em casa, segundo o blog:


 Eu usei farinha de arroz feita em casa, mas não precisei aumentar a quantidade como sugerido na receita. Talvez isso se dê pelo fato de ter obtido uma farinha bem fina.


Use o arroz agulhinha. Lave bem o arroz e deixe de molho em água fria por uma hora. Depois escorra bem numa peneira e espalhe sobre um pano de algodão limpo, para secar totalmente.


 Para assegurar que toda umidade evaporasse, levei o arroz ao fogo baixo, em uma frigideira, mexendo sempre. Cuidado para não corar o arroz!

Deixei esfriar completamente antes de triturar o arroz no liquidificador ou mixer. Triture, peneire, triture de novo, peneire.

Consegui uma farinha de arroz super fina, e mesmo depois de peneirar em uma peneira de trama bem fechada, não sobrou quase nada! Olha só isso...


Estava na hora, então, de fazer uma receita de um dos meus pães prediletos. Misturei os ingredientes do pão, deixei crescer, depois tirei o ar da massa e modelei os pães.

Enquanto os pães cresciam, fiz a mistura de farinha de arroz para a cobertura. Ficou assim:


A consistência deve ser de uma pasta, espessa o suficiente para ficar em cima do pão sem escorrer, mas não tão espessa que seja difícil de espalhar. Nossas amigas sugeriram usar uma camada bem generosa de cobertura, para que rachasse, mas meus melhores resultados foram com camadas mais finas.

Testei, também, de utilizar a cobertura em diferentes etapas do crescimento final do pão: logo após formar os pães, na metade do crescimento dos pães,  e quando estavam quase bons para assar. Só não experimentei aplicar a cobertura no pão totalmente crescido, pois tinha certeza de que o peso da cobertura iria murchá-lo. O resultado foi praticamente o mesmo em todos os casos.

Depois de pronto, faça um sanduíche com o pão. Fiz este aí com as seguintes camadas: maionese, alface, tomate cereja, cebola, picles de pepino, presunto, ovo frito, queijo e mostarda.



sábado, 23 de março de 2013

Chamego Mineiro

        (Foto: João B. Marinho)

Ingredientes:
500 grs. de carne moída
1/2 xícara de farinha de rosca
1/2 cebola picada
2 colheres de sopa de cheiro verde picado
1 dente de alho/pequeno amassado
sal e pimenta à gosto
Misture todos os ingredientes acima em uma vasilha e reserve.
Vai precisar também de:
200 grs. de queijo mussarela cortado em tirinhas grossas
200 grs. de bacon cortado em fatias finas
palitos


Abra um punhado da carne temperada na palma da mão, coloque uma tirinha de queijo e modele como um croquete. Enrole uma fatia de bacon e prenda com um palito.



Faça isso com toda a carne. Arrume em uma assadeira, formando fileiras. Assar em forno forte por 40 minutos ou quando o bacon estiver crocante.


Cebola Roxa Assada



Ideal para acompanhar carnes assadas, como tira gosto ou até para enfeitar aquela salada rústica! Facílima de fazer, não tem mistério:


Pegue 3 a 4 cebolas roxas, corte-as em quartos quase no final,  mas não completamente. Erga a cebola   um pouco e colocá-las em uma folha de papel alumínio na assadeira ou grelha da churrasqueira.


Faça uma mistura deazeite, sal e ervas. Despeje um fio sobre as cebolas. Assar por aproximadamente 1 hora ou o tempo necessário para corar e desfolhar (o tempo depende da temperatura do forno ou churrasqueira). O cheiro que vai sair da cozinha é incrível, de dar água na boca! Feito isso, retire-as do forno ou churrasqueira e vá tirando, cuidadosamente, a casca preta que se formou, não tem problema se ficar alguns queimadinhos no meio, o sabor defumadinho é bom demais.    Fotos: The View from the Greatisland


sexta-feira, 22 de março de 2013

Como fatiar Morangos em forma de Rosas


Achei bem interessante essas rosas de morangos, e são bem fáceis de fazer. Basta ter uma faca bem afiada, espetar o morango em um palito de churrasco e cortar de fora para dentro, assim como a foto acima. Fica lindo, não?

Bacalhau para Sexta Feira da Paixão



Ingredientes
1 Kg de bacalhau em postas dessalgado
1 xícara (chá) de azeite
1 Kg de mandioca cozida e passada no espremedor
200 ml de leite de coco
1 lata de creme de leite
3 cebolas grandes cortadas em rodelas
1 pimentão verde cortado em rodela
1 pimentão vermelho cortado em rodelas
1 xícara de molho de tomates pronto (tipo Pomarolla)
100g de azeitonas pretas sem caroço
1 copo de requeijão (220g)
Queijo parmesão e mussarela ralados,  na quantidade a gosto
Cheiro verde para enfeitar

Modo de preparo: 
Afervente o bacalhau já dessalgado na água, até ficar macio e a pele soltar. Escorra, espere amornar e retire os ossos e espinhos. Em uma frigideira antiaderente aqueça meia xícara de azeite e doure as postas de bacalhau. Reserve. Se preferir, pode colocar o bacalhau em tamanhos menores. 


Em uma tigela, coloque a mandioca, o leite de coco e meia lata de creme de leite. Acrescente sal e misture bem até formar um creme liso. Reserve.


Na mesma frigideira, que dourou as postas, sem lavar, frite  coloque o restante do azeite e o alho picadinho, refogue a cebola e pimentões. Despeje o molho de tomates e as azeitonas. Reserve. 

Com aquele resto de requeijão e o restante do creme de leite, faça uma mistura rápida e reserve.

Montagem:

Em um refratário grande untado com azeite, coloque o creme de mandioca, acomode as postas de bacalhau e por cima, espalhe o molho de cebola e as azeitonas. Cubra com a mistura de requeijão e creme de leite e salpique o cheiro verde por cima. Polvilhe o queijo ralado e leve ao forno preaquecido a 200°C durante 30 minutos ou até gratinar. Sirva em seguida.

Dica:
Dessalgue o bacalhau: troque a água de 3 a 4 vezes ao dia e mantenha na geladeira. 

quarta-feira, 20 de março de 2013

Qual é o Ponto de Bala Mole e Bala Dura?

                                Foto: sraaguia.blogspot.com

Sempre surge essa dúvida, quando lemos alguma receita que pede o ponto específico. Achei no blog da Cozinha d'alê uma explicação boa, para tirar de uma vez essa dúvida:


PONTO DE BALA MOLE Cerca de 15 minutos depois de a calda entrar na fase de cozimento, mergulhe uma colher na água fria e depois na panela para retirar um pouco de calda. Mergulhe os dedos em água fria e retire um pouquinho de calda da colher para formar uma bola que deverá ficar elástica. O termômetro deverá estar marcando 115°C.





PONTO DE BALA DURA Cerca de 21 minutos após a calda ter entrado na fase de cozimento, procedendo como no item 5, forme uma bola com os dedos. A bola formada ficará dura e quebradiça. O termômetro marcará 140 a 132°C.






PONTO DE CARAMELO
Imediatamente após o ponto de bala dura, a calda atinge o ponto de caramelo: deixe cair algumas gotas de calda numa tigela com água fria. A calda crepitará. É o ponto utilizado para o preparo de docinhos, caramelizar formas etc.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Bifes de Lombo ao Molho de Maracujá


Ingredientes:
8 bifes de lombo
250 ml de suco natural de maracujá
200 ml de água
sal a gosto
pimenta calabresa a gosto
2 raminhos de alecrim fresco
1 colher de sopa de salsa desidratada
1 colher de sopa de manteiga


Tempere os bifes com sal, um pouquinho de alecrim (guarde a maioria para enfeitar o prato), manjerona, salsa desidratada e pimenta calabresa. Deixe a carne “pegar” tempero, por mais ou menos 1 hora.
Regue a carne já temperada com o suco de maracujá coado, coloque numa vasilha com tampa e deixe na geladeira de um dia para o outro.

Aqueça uma panela grande e coloque 3 bifes com um pouquinho do caldo temperado.
Grelhe os bifes de 2 em 2, até dourar dos dois lados. Faça isso com toda a carne e reserve.


O caldo e o queimadinho que ficaram na panela deve ser misturado com 200 ml de água filtrada e o restante do caldo da marinada. Deixe ferver, acerte o sal e por fim, coloque 2 colheres de sopa de creme de leite.  Despeje este molho em cima da carne e sirva a seguir.

sábado, 16 de março de 2013

Alho-Poró Gratinado


Ingredientes
4 alhos-porós médios
1/2 xícara de água
1 pitada de sal
2 colheres de chá de margarina
3 colheres de sopa de farinha de trigo
2 xícara de leite
1 xícara de ricota passada na peneira
3 colheres de chá de farinha de rosca
1 colher de sopa de queijo parmesão ralado
1 xícara de mussarela ralada para cobrir

Modo de preparo


Corte o alho-poró em rodelas e leve para cozinhar com a água e uma pitada de sal. Depois de cozidos, coloque-os em um refratário. Reserve.
Numa panela, derreta a margarina e misture a farinha.
Acrescente o leite aos poucos e mexa até ficar cremoso. Junte a ricota.
Espalhe o creme sobre o alho-poró, salpique com a farinha de rosca, a  mussarela e o parmesão e leve ao forno até dourar.
Fonte dessa receita Aqui

sexta-feira, 15 de março de 2013

Pirulitos Puf


Esta receita é simples, barata, colorida e muito boa. Você pode fazer isso com outros recheios. Por exemplo frango, bacon, 3 queijos, o que você mais gostar. Achei esta receita no blog Cocina Con Poco

Ingredientes:
- 1 folha de massa folhada fresca
- 6 fatias de queijo mussarela, ou outro de sua preferência
- 9 fatias de presunto.
- 1 ovo
-  14 a 16 espetos de madeira para churrasquinho


Modo de Fazer:
Coloque o forno para pré-aquecer a 180 º C . Abra um saquinho de plástico e coloque a massa folhada aberta. Coloque uma camada de queijo, e por cima o presunto.

Vamos enrolando lentamente e apertando um pouco, para ficar firme.


Uma vez que a massa já tiver recheada e enrolada, espetar os espetinhos de churrasco numa distância de 2 cm.


Corte a massa deixando um palito em cada fatia. Coloque os pirulitos cortados em uma assadeira, separados um pouco para que o crescimento da massa não grude, aumente o forno a 200 º C.

O pincele com ovo batido e leve ao forno por cerca de 15 a 20 minutos a 200 ° C. Para servir,  você pode colocá-los em  um copinho com sal  grosso e enfeite com alguma erva fresca. Faça vários copinhos e enfeite a mesa para seus convidados!