Google+ Followers

terça-feira, 31 de julho de 2012

Pão de Queijo Frito


(Foto: receitamais.com.br)

4 xícaras (chá) de polvilho azedo
1 colher de (chá) de sal
½ xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de leite
2 ovos
250 g de queijo meia cura ralado
150 g de queijo parmesão ralado
500 ml de óleo para fritura

Coloque o polvilho e o azedo e o sal num recipiente. Ferva o leite e o óleo e escalde o polvilho com essa mistura e deixe mornar. Mexa, esfregando o polvilho entre as mãos até desmanchar as bolinha. Acrescente os ovos, o queijo meia cura ralado e o queijo parmesão ralado e amasse até obter a consistência desejada, enrole os pães de queijo e coloque-os na frigideira em óleo quente, no início. Depois de um tempo na fritura, abaixe o fogo e frite demoradamente. Minha Dica: ao enrolar, recheie com um quadradinho de queijo minas.
(Tia Carminda)

Sanduíche de Lasanha


(Foto: clubegourmetfisher)

Ingredientes:
1 pacote de pão de forma sem casca
1 caixinha de pomarola
300 grs. de presunto triturado
300 grs. de mussarela triturada
½ litro de leite
1 copo de requeijão cremoso
3 ovos
1 pacotinho de parmesão ralado
2 tomates fatiados
sal  e orégano à gosto


manteiga para untar
Montar em uma forma retangular, colocar uma camada de pão, umedecer com molho de tomates, colocar presunto, outra camada de pão, uma camada de mussarela, outra de pão e assim sucessivamente, terminando com o pão.

À parte, bater no liquidificador o leite, o requeijão, os ovos e metade do parmesão e despejar sobre a forma montada com o pão. Colocar a outra metade do parmesão ralado, as fatias de tomate, sal e orégano. Levar ao forno até dourar e servir quente.
(Receita da Clary)

Lombo Recheado com Couve


Essa receita antiga é uma combinação que não tem como dar errado. Todos os ingredientes combinam entre si. É um pouco trabalhosa, mas vale a pena ter uma receita assim guardada, para fazer em um almoço festivo ou em data especial. Transcrevo a receita original, sem nenhuma alteração.

Para a Marinada
1 peça de lombo de porco (cerca de 1,5 kg)
1/4 xícara de azeite
1/2 xícara de cachaça
Suco de 2 limões
1 cebola grande picada
2 dentes de alho picados
1 pimenta vermelha sem sementes picada
Pimenta-do-reino e sal a gosto
Ervas frescas picadas a gosto (sálvia, tomilho e alecrim)

Com auxílio de uma faca, abra em manta o lombo de porco. Num liquidificador, coloque o azeite, a cachaça, o suco dos limões, a cebola, os dentes de alho, a pimenta vermelha, a pimenta-do-reino, o sal e as ervas frescas. Bata bem. Passe essa mistura por todo o lombo e deixe por, no mínimo 2 horas, dentro de um saco plástico.

Para o Recheio
100 gramas de peito de frango
3 gomos de linguiça fresca (tipo calabresa)
100 gramas de bacon fatiado
2 colheres de cheiro-verde picado
2 folhas de couve 'manteiga' fatiadas bem fininha, sem o talo
Sal a gosto 

Num processador, coloque o peito de frango, a linguiça, o bacon e bata até obter uma pasta. Retire do processador e misture o cheiro-verde picado, a couve e o sal a gosto. Cubra um dos lados da manta de lombo de porco com as folhas de couve manteiga sem o talo e espalhe o recheio. Enrole o lombo como rocambole. Apare a couve que sobrou dos lados, com uma faca. Envolva em papel manteiga e amarre com barbante. Umedeça o papel-manteiga, borrifando água, antes de ir para o forno. Reserve.

Para Assar o Lombo
1 cenoura picada grosseiramente e com casca
1 cebola picada grosseiramente
Ramos de alecrim, tomilho, sálvia
3 dentes de alho ligeiramente amassados
1/2 xícara de cachaça
1/4 de xícara de molho inglês
1 tablete de caldo de bacon esfarelado
300 ml de água misturada com 1 colher de amido de milho
fatias de bacon para enfeitar

Numa assadeira, coloque a cenoura, a cebola, o alecrim, o tomilho, a sálvia, os dentes de alho e a cachaça. Coloque uma grade sobre a assadeira e por cima a peça de lombo, cubra com fatias de bacon. Asse em forno pré-aquecido a 180ºC por 1h30m. Aumente a temperatura do forno para 220ºC e asse por mais 30 minutos para dourar. Retire o lombo do forno, tire o papel manteiga e o barbante. Transfira para uma panela o molho que se formou na forma e junte o molho inglês, o caldo de bacon, a água misturada e o amido de milho. Leve ao fogo até engrossar levemente. Coe e sirva com o lombo.

Lombo de Leite

      (Foto: orfadaofelia.blogspot.com)

1 lombo de porco, amarrado com linha forte, para não desmanchar durante o cozimento. Temperar com sal (ou tempero caseiro), suco de 2 limões e alecrim a gosto.

3 colheres de manteiga
2 cebolas médias
4 a 5 dentes de alho
3 xícaras de leite integral

Temperar e deixar o lombo em vinha d’alhos, por umas 3 horas. Em uma panela fundas, coloque a manteiga para derreter e doure lombo de todos os lados. Depois, colocar o marinado junto na panela.

Acrescente o leite e deixe  o lombo cozinhar com a panela destampada, para que o leite não ferva e derrame. Vire o lombo algumas vezes para cozinhar por igual. Deixe o leite ir secando, até começar a formar uma borra no fundo da panela. Verifique se a carne já está cozida. Se necessário, pingue água até ficar completamente macia. Retire o lombo, desamarre-o e fatie. Regue as fatias com o molho que se formou na panela (se estiver muito grosso, pingue água). Pode colocá-lo em uma molheira e deixá-lo na mesa, junto a carne.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Mousse de Tomate Seco


Ingredientes para uma mousse pequena:

1 lata de creme de leite sem soro
250 ml. de leite de vaca
1 xícara de maionese
200 grs. de tomate seco picado
150 grs. de requeijão cremoso
1 dente de alho socado
1 colher de sopa de catchup
1 colher de sobremesa de molho inglês
2 claras em neve
sal, pimenta, cheiro verde picado (deve ser colocado no final)
1 envelope de gelatina incolor sem sabor, diluída em 1 xícara de água

Preparo:
coloque a gelatina para hidratar na água e dissolva em banho-maria. Bata as claras em neve bem firmes e reserve. Bata todos os ingredientes no liquidificador, vire a gelatina dissolvida e despeje na vasilha com as claras em neve delicadamente. Coloque em uma forma untada com azeite. Deixe no mínimo por 3 horas na geladeira para ficar firme.

Minha Dica para desenformar: passe o fundo da forma algumas vezes pela chama do fogão, para dar uma leve aquecida , em seguida passe a faquinha pelas laterais e vire em um prato.

Sorvetes Caseiros tipo Häagen-Dazs

Cookies 


Ingredientes:
1 lata de creme de leite sem soro
1 lata de leite condensado
a mesma medida de leite de vaca
3 colheres rasa de sopa de açúcar
3 claras em neve – misturar esses ingredientes acima e levar para gelar.

Depois de congelado, bater o sorvete e gelar novamente. Repetir essa operação mais 2 vezes. Na terceira vez, misturar o sorvete e colocar 5 pares de biscoito Negresco ou Oreo - retirar o recheio e deixar quebradinho. Gelar no congelador e depois servir. (Esta minha é uma das que mais fazem sucesso com a família e convidados!)

Dulce de Leche:

(Fonte: thecakeland.blogspot.com)
Ingredientes:
375g leite
395 doce de leite cremoso (usei a lata de doce de leite para corte da Nestlé)
95g creme de leite fresco
1/4 colh. (chá) essência de baunilha
1 pitada de sal

Preparo:
Leve o leite e 280g doce de leite ao fogo em uma panela de fundo grosso, até que o doce esteja completamente dissolvido. Mexa de vez em quando, para não queimar e ajudar a dissolver.
Junte o restante dos ingredientes, misture bem e leve à geladeira por 4 horas ou até que esteja bem gelado.
Prepare o sorvete na sorveteira, de acordo com as instruções do fabricante. Enquanto isso, deixe o pote em que vai guardar o sorvete no freezer, para gelar um pouco. Coloque o sorvete no pote geladinho, intercalando com colheradas do que restou de doce de leite. Leve ao freezer imediatamente, e deixe firmar um pouco por pelo menos 2 horas. (Fonte: La Ciccinetta )

Macadâmia

(Foto: frutobom.com.br)

Ingredientes do crocante
1xícara e ½ de macadâmia sem sal
1 xícara de ½ de açúcar
Papel alumínio

Derreta o açúcar no fogo baixo até virar líquido. Acrescente a macadâmia, misture bem e tire do fogo. Coloque o papel alumínio em uma bancada de mármore, e coloque a calda no papel. Ponha no freezer por alguns minutos para esfriar mais rápido, ou se preferir deixe esfriar naturalmente. Depois que estiver dura, quebre com as mãos ou com uma martelo de carne e reserve.

Ingredientes para o sorvete:
 2 xícaras e ½ de leite integral
1 lata de leite condensado
3 ovos (separar a gema da clara)
Baunilha a gosto
3 colheres de açúcar

Misture o leite integral, o leite condensado, as gemas e a baunilha
Leve a panela no fogo baixo, mexendo até engrossar, mas não deixe o leite ferver. Tire do fogo e reserve. Bata as claras em neve com o açúcar. Acrescente as claras em neve delicadamente a panela. Coloque na geladeira, quando estiver com a consistência de sorvete, misture o crocante e sirva. (Fonte: Cozinhateca )

Creme Crocante:


Coloque em uma vasilha funda:
2 colheres (sopa) de leite em pó integral
8 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de liga neutra para sorvetes
1 colher (sopa) de extrato ou 1 colher (café) de essência de baunilha
1 colher (sopa) de pó saborizante para sorvete sabor chocolate branco

Junte 100ml de leite integral gelado e misture bem. Agora junte 500ml de creme de leite fresco (ou 2 latas sem soro). O creme de leite deve estar bem gelado. Misture tudo e leve para a sorveteira (se achar necessário coloque mais açúcar). Ao final do ciclo, junte 1/2 xícara (chá) de crocantes de castanha de caju que eu comprei pronto e é um escândalo de bom. Nada mais do que castanha de caju envolta em caramelo.Mantenha no freezer ou congelador tampado ou em um recipiente aberto coberto com filme plástico.

Se você não tem a sorveteira, pode bater os ingredientes no liquidificador e levar direto ao congelador, mas vai ficar durinho, porque um dos segredos para o sorvete ficar cremoso é a rapidez no congelamento (função da sorveteira) sendo necessário deixar fora do congelador por uns 5 minutos antes de consumir, ou bater novamente a mistura já congelada para conseguir a textura de sorvete. (Fonte: Panelaterapia)

Biscoitão de Polvilho da Roça

(Foto: Edivania Faleiros)

Coloque em uma vasilha ½ k. de polvilho azedo de boa qualidade. Esquente o 1 copo (200 ml.) óleo quente e despeje sobre o polvilho.

 Minha Dica: colocar um palito de fósforo no óleo e quando ele pegar fogo, está na temperatura certa para escaldar o polvilho.

Misture bem, até desaparecer os pedacinhos e o polvilho ficar solto. Acrescente 3 a 4 ovos e 1 copo (200 ml.) de água com uma colher de sobremesa de sal. Misture bem e se a massa ficar seca, pode pingar mais água até ela chegar no ponto de enrolar.  Se quiser o biscoito com queijo, acrescente 1 xícara de queijo curado, ralado no lado fino.

Faça “cobrinhas” com a massa e coloque na panela com óleo morno, quase frio,  para só depois acender o fogo.  E mesmo depois que o óleo esquentar, fritar os biscoito em fogo baixo, senão vai espirrar gordura pra todo lado. Assim, ele ficará sequinho e cozido por dentro. Vá fritando e mexendo com uma escumadeira, para fritar por igual. Quando já tiverem crescidos, aumentar o fogo para acabar de corar. Escorrer em papel toalha.

Para fritar os próximos biscoitos, deixe o óleo esfriar um pouco ou acrescente mais um pouco de óleo frio. Se, depois de servir os biscoitos e sobrarem alguns para o dia seguinte, eles ficarão murchos. Então, esquente uma panela de óleo e jogue-os de uma vez, dê uma mexida e tire do óleo. Eles ficarão novinhos, como se tivessem acabado de fazer.

Dica da Celia Regina Medri : Basta colocar uma colherzinha de Pó Royal na gordura que não espirra tanto.

Frango com Sopa de Cebola


(Foto: tachosepanelas.wordpress.com)

1 frango (ou 3 peitos de frango)
1/2 vidro de maionese pequeno
1/2  pacote de sopa de cebola em pó Maggi 
Temperos

Corte o frango em pedaços médios, limpe, tempere com tempero caseiro, alho picado e alecrim.
Minha Dica: Use menos tempero que normalmente usaria, porque a mistura de sopa de cebola contém sal.

Deixe em vasilha tampada por 2 horas, para apurar o sabor. Arrume os pedaços de frango temperados em uma assadeira untada com um pouco de óleo. Passe a maionese por cima como se fosse manteiga no pão, com a ajuda de um pincel culinário. Salpique a sopa de cebola e leve ao forno  por  uns 50  minutos ou até que fique corado. Passe para uma travessa os pedaços de frango assado. Coloque a assadeira sobre o fogão, acenda a chama no fogo médio, pingue um pouco de água e deixe que o caldo que sobrou no tabuleiro engrosse um pouco. Desligue e despeje sobre o frango da travessa.

domingo, 29 de julho de 2012

Que tanto é isso? Tabela de Medidas Culinárias

Tenho notado uma dúvida frequente na execução de algumas receitas: as quantidades. Já li receitas em que  a variação dos tamanhos das xícaras podem ser  de 200 a 260 ml.  e de copos entre 190 a 250 ml. E por aí vai... Por isso, para simplificar, coloquei uma tabelinha que vai ajudar quando for cozinhar.


As que estão nesse blog usam a medida padrão de:·
 . xícara de chá = 200 ml
· colher de sopa – 15 g
· copo americano – 250 ml
· copo Lagoinha (de botequim) – 200 ml    


Diferente destas, serão especificadas em cada caso.

    Nutriviver

Bombom de Nozes

     (Foto: andreaquitutes.com)

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 colher de manteiga
½ xícara de nozes moídas ou a gosto
300g de chocolate ao leite para cobertura Nestlé ou Garoto
(1 xícara de nozes inteiras, para decoração)

Em uma panela coloque todos os ingredientes menos o chocolate. Leve ao fogo baixo, mexendo sempre até que solte do fundo da panela. Despeje em um prato untado com margarina, deixe esfriar e faça bolinhas.  Leve à geladeira por 1 hora, para firmar e ficar mais fácil quando for glaçar.

Prepare a cobertura de chocolate de acordo com as instruções da embalagem. Passe as bolinhas uma por vez no chocolate com auxílio de um garfo, coloque os bombons sobre um papel manteiga dentro de uma assadeira. Enfeite com um pedaço de noz e leve à geladeira por 5 minutos. Depois de secos, acerte as beiradas, coloque-os em forminhas de papel.

Licor de Jabuticaba de Catas Altas

           (Foto: wp.clicbs.com.br)

Ingredientes:
Pegue um vidro grande com tampa, coloque 2 litros de jabuticabas lavadas inteiras e sem amassar. Cobrir com 1 litro de álcool de cereais ou aguardente de boa qualidade, deixando em fusão por 15 dias. Depois deste tempo, tirar as jabuticabas e coar a infusão num coador tipo Melita.



À parte, fazer uma calda com 1 kg. de açúcar refinado com 800 ml. de água. Deixar ferver apurando a espuma que sobe. Tampar deixando ferver por 20 minutos. Depois de fria, misturar a calda à infusão de jabuticabas. Colocar em garrafas de vidro tampadas.
Receita da Clary


Outra Receita:
Fonte Quitandas de Minas

1 litro de jabuticabas
1 copo de cachaça ou álcool de cereais
800 g de açúcar
1 litro de água fervendo

Modo de fazer:                                                
- Colocar as jabuticabas no vidro.
- Medir numa balança o açúcar e colocar em cima das jabuticabas
- Colocar o álcool ou cachaça.
- Por último, a água fervente.

Esperar esfriar, tampar e guardar em um lugar escuro e calmo.

Deixar descansar por uns 30 dias ou mais. Ai é só coar em filtro de papel ou pano de algodão limpo e engarrafar. (cada pote da foto é uma receita)

Bobó de Camarão



Para o Creme de Mandioca:
1 kg de mandioca descascada e ralada como batata palha
5 cebolas picadas
5 tomates maduros e firmes, picados
2 pimentões (pequeno) verdes, picados
1 punhado de coentro bem picadinho
1 vidro de leite de coco
2 xícaras de azeite (opção: pode colocar 1 de azeite de oliva e 1 de azeite de dendê)

Em uma panela grande, junte a mandioca ralada, as cebolas, os tomates, os pimentões e o coentro. Leve ao fogo alto, juntando aos poucos e, alternadamente, o leite de coco e o azeite. Mexa com cuidado para não deixar o creme grudar no fundo. Continue mexendo por 10 minutos, até o creme se soltar do fundo da panela. 

Para preparar os camarões:
½ xícara de azeite
2 dentes de alho picado
sal a gosto
1 pitada de alecrim (ou à gosto)
3 tomates maduros e firmes picados
1 cebola grande picada
1 pimentão verde grande picado
1 kg de camarões grandes descascados e limpos e sem vísceras
1 vidro de leite de coco

Numa panela média, refogue o azeite, o alho, o sal, o alecrim, os tomates, as cebolas, o pimentão e os camarões e leve ao fogo alto. Vá colocando o leite de coco aos poucos e deixe no fogo alto por 5 minutos. Depois desse tempo, junte o creme de mandioca e deixe cozinhar por mais 5 minutos. Sirva bem quente, acompanhando de arroz branco.

sábado, 28 de julho de 2012

É sempre bom saber...


Pudim de Maria-Mole


Ingredientes:
1 pacote de pó para maria mole Royal, sabor coco
1 lata de leite moça
1 lata de creme de leite sem soro
1 vidro pequeno de leite de coco
1 vidro de leite

Misture o pó para maria mole no leite e leve para ferver numa panela. Quando começar a ferver, desligue o fogo. Bata no liquidificador junto com os outros ingredientes e despeje a mistura na forma untada com manteiga. Levar para gelar na geladeira de um dia para o outro. Desenformar e despejar uma calda que preferir: de açúcar caramelizado, de geleia de morangos ou de chocolate.

Mix de Azeitonas



Ingredientes:
300g de azeitonas verdes com caroço
300g de azeitonas pretas com caroço
1 xícara (chá) de azeite extra virgem
2 colheres (chá) de sal grosso
Pitada de pimenta do reino
3 colheres (chá) de vinagre balsâmico
1 pimentão vermelho
1 pimentão amarelo
2 dentes de alho  
Suco de uma laranja
Ervas desidratadas à gosto
Modo de preparo:
Corte os pimentões em tiras finas, descartando as sementes e depois corte os 2 dentes de alho em lascas . Misture tudo muito bem e sirva como tira gosto.
(Fonte: Chef Roberto Steinberger)

Talharim 3 Queijos com Bacon

     (Foto: fezoca.com.br)

Ingredientes:
2 xícaras de bacon fritos em cubinhos
1/2 kg de macarrão vitaminado
3 dentes de alho amassados com sal
1 tomate sem pele e sem semente picado
1 cebola picadinha
1 pimentão cortado
5 colheres (sopa) de queijo provolone ralado no ralo grosso
5 colheres (sopa) de queijo mussarela ralado
5 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
1 e 1/2 colher (sopa) de manteiga
1/4 de xícara de molho de tomate.

Cozinhar o macarrão com água e sal e escorrer. Em uma panela, preparar o molho, refogando na manteiga, o alho, a cebola, o tomate e o pimentão. Juntar o bacon frito, o molho de tomate e, por último, os queijos. Juntar o macarrão, salpicar cheiro verde picado e servir quente.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Cones de Parmesão com Salpicão

Vocês não fazem idéia de como esses cones de parmesão são gostosos! Uma delícia! Achei no
Duas porções pra cada é o suficiente. Fonte: Panelinha da Fafah


Para o salpicão: (improvise, crie seu recheio!)
6 fatias de peito de peru defumado
1/4 de cebola roxa picada o menor possível
1/2 tomate maduro picado sem sementes
2 colheres de sopa de abacate em cubinhos
salsinha picada
gotas de limão
6 colheres de sopa de requeijão
sal
pimenta moída.


Para os cones
300 grs de queijo parmesão ralado fininho e uma frigideira antiaderente.
 Requer prática viu, e a gente chega a queimar um pouco as mãos para formar os cones. Mas se vc for ligeira, acaba não se queimando. E olha, isso de queimar os dedos foi só no primeiro cone, depois fiquei mais pratica.


Esquente a frigideira e coloque 2 colheres de sopa cheias do parmesão ralado. Deixe dourar e ainda meio mole e com a ajuda de uma espátula, virei sobre uma prato e molde os cones com uma faca larga dando o formato. Num minutinho esfria e coloque-os de cabeça para baixo para não deformarem. Prepare todos, deixe esfriar (tem que guardar frio!) e coloque dentro de um recipiente bem fechado até a hora de servi-los recheados com o salpicão geladinho.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Biscoito de Ferradura

    (Foto: Brisando na Cozinha)

1 kg de polvilho doce
1 colher de sopa de sal
400 g de manteiga
400 g de queijo curado ralado
4 ovos
2 xícaras de leite

Misture o polvilho doce, a manteiga, o queijo ralado e o sal. Em seguida coloque os ovos e despeje o leite aos poucos até que a massa adquira consistência para enrolar os biscoitos. A massa deve ficar relativamente dura e desgrudar da vasilha. Enrole os biscoitos no formato de ferradura e leve ao forno alto para assar, até começar a corar.

Doce de Leite Mineiro


Hoje é dia da Avó! E fiquei pensando: o que minha avó fazia na cozinha que eu mais gostava? Broinha de fubá? Rosquinhas de nata? Ah, o doce de leite! Mas aquele feito com leite gordo da vaca, in natura. Lembro-me bem que ela tinha um banquinho mais alto, para ficar assentada perto do fogão, porque esse doce demora e tem que ter paciência. A melhor dica, que eu testei e dá muito certo, é colocar um pires de porcelana "embocado" no fundo, para o leite não entornar quando ferver. Assim, pode ir fazendo outras coisas, enquanto vigia o doce. É lento, caprichado, secando aos poucos no tacho. E conversa vai, mistura mais um pouco, conversa vem... No final, ele fica clarinho, quase branco. É outra coisa comer um doce de leite caseiro, o sabor não chega nem perto desses de supermercado:
                     
Para o doce de leite cremoso:
4 litros de leite de vaca
1 quilo de açúcar

Coloque o leite em um tacho (ou panela grande e funda) e deixe ferver para ir secando, por mais ou menos 1 hora. Nesse tempo, vá mexendo o leite com uma colher de pau o tempo todo, para não criar uma casca no fundo do tacho e escurecer o doce. Quando notar que o leite está começando a encorpar, pode passar a mexer em intervalos de 10 em 10 minutos. Quando já tiver 1 hora que o leite está fervendo no tacho, coloque o açúcar e vá mexendo sem parar até que fique pastoso. Retire do fogo quando desprender do fundo da panela (ou antes um pouco, se quiser mais mole). Servir com queijo Minas.



Para o doce de leite de quadradinhos:
4 litros de leite de vaca
1 quilo de açúcar (eu prefiro menos doce, então coloco só 800 grs.)

Proceda da mesma forma que o doce cremoso. Deixe ferver até engrossar. Quando estiver bem grosso, coloque um pouquinho do doce em uma vasilha com água gelada, para sentir o ponto certo. Aperte um pouco na mão e veja a consistência firme.



Quando o doce estiver no ponto grosso, desligue o fogo e bata bastante com a colher de pau que estava misturando até sentir que ele pesou na colher ou seja, ficou açucarado e não escorre mais. Tem que ter braço forte, porque o doce vai ficando pesado! Despejar no balcão da cozinha untado com manteiga, nivelar, esperar esfriar e cortar. (É o mesmo processo de bater o pé de moleque)

Dica: quanto mais brando o fogo, mais clarinho ficará o doce no final.

Foto: Comofazeronline

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Torta de Bananas com Suspiro



(Foto: mdemulher)



A mistura de texturas e sabores desse doce é uma combinação perfeita! Só tendo muita força de vontade para se segurar e não repetir...

Faça um creme com:
1 lata de leite condensado
1 1/2 medidas da lata de leite
3 gemas
2 colheres de sopa de maisena, dissolvida em ½ medida da lata de leite
umas gotinhas essência baunilha
Leve tudo ao fogo, mexendo sempre até engrossar. Reservar.

Faça um doce com as bananas:
200 grs. de açúcar (1 xícara de chá)
1 xícara de água
6 bananas caturra (nanica) bem maduras
1 colher de chá de canela em pó
Levar uma panela ao fogo com o açúcar até fazer um caramelo dourado. Acrescentar a água e depois as bananas cortadas em rodelas grandes. Deixar cozinhar um pouco sem tampar, até as bananas ficarem macias e bem envolvidas com o caramelo. Reservar.

Para o suspiro:
3 claras em neve
1 xícara (cheia) de açúcar
1/2 colher café de Pó Royal
bata as claras bem firme e vá acrescentando o açúcar aos poucos, para não abaixar as claras. Cpoloque o fermento por último e reserve

Montagem da torta:
Forre uma travessa com o doce  de bananas, coloque por cima o creme bem espalhado e cubra com o suspiro, às colheradas para ficar em picos. Leve ao forno médio por uns 15 a 20 minutos, ou até que
comece a corar.

terça-feira, 24 de julho de 2012

Mineiro de Botas

     
Vi essa receita no caderno da minha mãe e imediatamente, me veio à lembrança o cheirinho vindo da cozinha da infância, enquanto esperávamos ansiosos à mesa. Sim, aquele monte de filhos, assentadinhos e impacientes. Porque o Mineiro de Botas é assim: é uma sobremesa que a gente faz para servir individualmente e na hora, logo após o almoço. Vem  servida quentinha, com o queijo puxando fio. Ai, que delícia!

Já li várias receitas em que é preparado e levado ao forno. Assim eu nunca comi. O que mamãe fazia era numa frigideira grande e depois de pronto, tampava um pouquinho para abafar o queijo...

A receita original é feita com queijo-de-minas derretido sobre bananas-da-terra em fatias fritas na manteiga, açúcar e canela. Mas também fica ótimo com doce de leite. Vai do gosto de cada um.

Ingredientes:
6 bananas caturra (nanica) maduras
2 colheres de sopa de margarina ou manteiga para fritar
1 xícara de queijo Minas meia cura, ralado no lado fino
Açúcar para polvilhar 
canela a gosto
gotinhas de limão


Modo de Preparo:
Corte as bananas em lascas, de comprido. Numa frigideira, coloque uma quantidade as bananas cortadas que caiba na panela, o açúcar, a canela, a manteiga e o suco de limão. Frite de cada lado até começar dourar,  deixe a banana cozinhar um pouco para soltar o caldo.


Desligue o fogo, espalhe o queijo ralado por cima. Tampar até que as raspinhas de queijo derreta. Servir em seguida. Começar novamente o modo de fazer com o resto das bananas porque afinal, tem mais gente esperando para comer ou para repetir...

Picanha de Forno

     (Foto: atdigital.com.br)

Ingredientes
1 picanha de 1,5 kg.
Sal grosso (calcule para cada quilo de carne: um punhado = uma mão fechada de sal)
1 xícara de margarina derretida
2 colheres (sopa) de molho inglês
1 cebola grande, ralada
1 quadradinho de caldo de carne amassado com garfo
3 dentes de alho picados
pimenta a gosto

Modo de preparo

Tempere a picanha com os temperos, esfregando bem o sal grosso nela toda. Deixe descansar por 2 horas, para o tempero entranhar. Depois, coloque-a em um tabuleiro, com a gordura virada para baixo. Despeje por cima o caldo em que ficou descansando. Tampar com papel alumínio e assar em forno quente por 30 minutos. Abra o forno, tire o papel alumínio, vire a picanha deixando a parte com gordura para cima e asse por mais 30 minutos, o tempo necessário ao seu gosto.

Minha Dica: Se não quiser que a carne fique vermelha no meio, dê uns talhos superficiais na gordura, quando retirar o alumínio para corar.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Segredos para fazer Pães em Casa



Observando alguns detalhes, com certeza você conseguirá fazer com sucesso pães irresistíveis:

- Nunca coloque toda a farinha pedida na receita, dependendo da temperatura e umidade do dia, do tamanho dos ovos e da qualidade da farinha essa quantidade pode ser excessiva tornando a massa firme demais (dura).

- Uma receita que pede 1 kg de farinha significa que pode ser que use no máximo 1 kg pra fazer a massa, abrir, enrolar, etc.

- As mãos úmidas ou cheias de massa também podem confundir e dar a impressão que está faltando farinha no pão, mas, basta estar com as mãos limpas, bem secas e, principalmente enfarinhadas, que você notará a diferença nas próximas massas que fizer.

- Para iniciar uma massa, deve-se começar a mexer com um garfo e depois que passar para uma
superfície enfarinhada, com uma espátula envolta em farinha. Usar as mãos enfarinhadas, só mesmo no momento de sovar.

- Quando for usar a s mãos, aqueça as mesmas com água morna e enxugue, pois elas já começam a ajudar no processo de crescimento da massa.

- A água ou leite que é pedido geralmente morno deve ter uma temperatura quase fria, nunca
passando da temperatura do leite que damos aos bebês, pois se estiver um pouquinho mais quente ele destrói o fermento e, conseqüentemente, a massa não crescerá.

- Coloque sempre um pouco de açúcar, mesmo nas massas salgadas, ela ajuda a crescer e deixa a massa com uma cor mais bonita.

- Salvo algumas receitas, e nessas está especificado, os ingredientes para massas com fermento de pão devem estar sempre em temperatura ambiente, como os ovos, margarina, etc.

- Para a massa crescer, coloque-a em lugar fechado sem vento e aquecido.

- Pode ser em forno comum já morno, mas com o fogo apagado, ou no microondas. Nesse caso, coloque 1 copo de água para ferver por 3 minutos. Retire o copo e coloque a vasilha com a massa tampada, deixe dentro do microondas por mais 10 minutos e a massa estará crescida, se a massa for bem leve, nesses 3 minutos ela crescerá.

- Sempre tampe a massa para crescer com a tampa hermética da vasilha, pano ou saco plástico, pois é excelente.

-  O velho truque da vovó para saber se a massa está crescida funciona sim, mas a bolinha de massa que se põe num copo de água, deve estar no mesmo ambiente em que a massa estiver crescendo, por exemplo, se a massa crescer no forno comum, o copo com a bolinha de massa tem que estar também dentro do forno. A massa estará no ponto, quando a bolinha subir à superfície.

- Outra maneira de ver se a massa está crescida o suficiente é introduzir o dedo 1 cm na massa, se ficar marca, a massa está pronta.

- Unte as formas com margarina ou manteiga onde for assar o pão e polvilhe farinha de trigo, assim fica mais fácil removê-los.

- Caso o pão doure muito rápido, termine de assá-lo coberto com papel alumínio, sem apertar, sempre com a parte brilhante voltada para o alimento.

- Não deixe o pão esfriar na forma, coloque em uma grade para que respire, senão o fundo fica mole e úmido.

- Pães sem gordura como os italianos devem ser embrulhados e colocados no freezer para sua conservação, pois em temperatura ambiente ele seca e endurece depois de algumas horas.

- Pão congelado é mais fácil de cortar, o que torna possível cortar fatias mais finas.

- Depois de cortado, o pão descongela em apenas 15 minutos na temperatura ambiente.

- Se preferir, pode levá-lo direto do freezer ao forno moderado (180 ºC) por 15 minutos.

- Ainda congelado pode ser levado diretamente na torradeira.

Segredos para cada tipo de casca:
- Brilhante - pincele com um ovo batido misturado com uma colher (sopa) de leite.
- Dourada - pincele com ovo e algumas gotas de café.
- Crocante - pincele com água.
- Macia - pincele com manteiga ou margarina derretida, ou mesmo com óleo, faça isso várias vezes enquanto assa.
- Dura - coloque uma assadeira com água fervente no chão do forno enquanto o pão assa.

(Fonte: Chef Alex Caputo)

domingo, 22 de julho de 2012

Pão Pizza de Calabresa e Parmesão


(Foto: TripAdivisor -  Observação sobre a foto acima: para o pão ficar com essa aparência, a calabresa foi cortada bem fininha, sem refogar na panela, porque assim ela não encolhe nem rebita. O recheio foi colocado sobre toda a massa e as três massas foram enroladas uma dentro da outra. Fica a dica das 2 maneiras de fazer, ok?)

Uma explicação rápida:
Esse é um pão com massa de pizza, enrolado como rocambole, dentro de outro rocambole torcido e assado em forma de bolo! Confuso, não é? Mas é fácil de entender:

Ingredientes para a massa:
2 tabletes (30 grs.) fermento para pão, dissolvidos em 1 xícara de água morna ((ou 1 1/2 colher de sopa de fermento granulado seco)
1/2 xícara de azeite
2 ovos inteiro
1 colher de sopa de manteiga
3 colheres de sopa de parmesão ralado
1/2 colher de sopa de sal (colocar depois que a massa crescer)
1 1/2 colher de sobremesa de açúcar
Farinha de trigo até dar consistência

Dissolva o fermento no leite morno e a seguir, vá colocando os outros ingredientes, menos o sal (que inibe o crescimento da massa). Colocar farinha de trigo até a massa soltar das mãos. Misture bem até a massa até ficar bem lisa. Deixe descansar por 30 minutos, sove e acrescente o sal só agora. Divida a massa em 4 partes sendo: 3 partes iguais e outra parte maior.

Ingredientes do recheio:
300 grs. de calabresa fatiada fina
1 cebola grande ralada
200 grs. de parmesão ralado
cheiro verde à gosto ou orégano

Modo de enrolar (agora que é o pulo do gato!):

1 – Abra cada uma das 3 partes de massa, coloque uma fileira de calabresa no centro, por cima salpique cebola ralada e cheiro verde e enrole. Faça isso com cada uma delas. Reserve.

2 - A seguir, pegue esses rolos prontos, junte-os e dê uma torcida, como se fosse uma corda. Reserve.



3 - Agora abra a parte maior de massa que ficou reservada, recheie toda a extensão da massa, coloque por cima o rolo torcido que já está recheado com as duas massas e enrole tudo de novo. Junte as pontas, fechando o círculo.



4 - Coloque em forma untada com furo no meio, doure com gema e salpique queijo parmesão. Leve ao forno por 30 minutos em fogo médio/alto.



(Fotos explicativas retiradas do vídeo do Armazém 2000)

sábado, 21 de julho de 2012

Panqueca de Leite Condensado

      (fonte: panelinhadafafah.blogspot.com)

Ingredientes:
1/2 lata de leite Moça
 2 xícaras de farinha de trigo
1/2 colher de sopa de fermento em pó
2 ovos inteiros
1/2 xícara de leite
1/2 colher de chá de essência de baunilha
manteiga para untar

Bata tudo no liquidificador. Esquente uma frigideira e coloquei uma colher de chá de manteiga. Deixe derreter e coloque meia concha da massa. É muito rápido, vire ainda mole a panqueca e dourei do outro lado. Se a gente esperar para dourar as bordas, queima! Passe novamente 1 colher de chá de manteiga na frigideira e prepare outra panqueca. Tem que ser assim, a cada nova panqueca, outra colherinha de manteiga. E pouca massa também, pois ela estufa.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Como fazer Mexidão da Meia Noite

     (Foto: cronicasurbanas.wordpress.com)

Ingredientes:
½ xícara de bacon picadinho (fritar e reservar)
1 bife de boi ou porco de bom tamanho, temperado e fatiado (fritar e reservar)
1 xícara de linguiça de porco frita, cortada em rodelas
2 colher (sopa) de óleo
1 colher de manteiga
2 ovos
2 a 3 xícaras de arroz pronto, o que sobrou na geladeira do almoço
sobra de feijão pronto sem caldo, o quanto tiver
Carne cozida picada o quanto tiver
Tempero mineiro, o suficiente
1 molho de cheiro verde

Modo de Preparo:
Esquentar o óleo e a manteiga em uma panela, adicionar os ovos, o tempero mineiro, mexer bem, sem deixar os ovos endurecerem muito. Juntar o bacon e a carne refogados, o arroz e os grãos de feijão. Acrescentar o cheiro verde e pimenta a gosto. Para finalizar, salpique torresmos fritos.

Minha Dica:
1 - O bife pode ser substituído por sobra de carne de panela, temperada, cozida e desfiada
2 - Esse é o jeito que sempre faço o tradicional mexidão mineiro. Mas tem gente que gosta, ao final, de misturar um pouco de farinha de mandioca para dar liga.

Pé de Moleque de Leite Condensado


(Foto: camomilanutricao.com.br)

Ingredientes:
500g de amendoim inteiro
(eu gosto de torrar o amendoim um pouco antes de usar, fica mais crocante)
1 lata de leite condensado
2 xícaras (chá) rasas de açúcar
1 colher (sopa) cheia de margarina
2 colheres (sopa) de Nescau (opcional, se preferir o pé de moleque mais escuro)

MODO DE PREPARO
Derreta a margarina e coloque o açúcar, o amendoim e o chocolate. Deixe derreter essa mistura em fogo baixo até amolecer bem a calda, mexendo sempre. Quando estiver bem molinha acrescente o leite condensado e continue mexendo até soltar da panela. Para fazer os pés de moleque, unte com margarina dois tabuleiros grandes e assim que o doce soltar da panela coloque pequenas colheradas em assadeira untada. Deixe esfriar e guardar em potes com tampa.

Arroz Caipira

       (Foto: Bom Apetite Brasil)

Ingredientes:
1 kg de costelinha de suíno
300g de lingüiça
1 cebola grande
3 dentes de alho
sal e pimenta do reino a gosto
suco de 2 limões
1/2 concha de gordura ou óleo
3 xícaras de arroz
salsa e cebolinha verde

Modo de Preparo:
Lave e deixe secar o arroz. Coloque a gordura em uma panela e frite as costelinhas, que devem ser temperadas com sal, pimenta e o limão. Quando estiverem fritas, junte a cebola, o alho e o arroz, deixando fritar bem. Ponha água, tampe a panela e deixe cozinhar. Vá juntando água à medida que for necessário, pois esse arroz deve ficar bem úmido. Em separado, frite a linguiça e quando o arroz estiver quase pronto, junte a salsa, a cebolinha e a linguiça. Sirva em seguida.

Caldinho de Feijão com Torresmo

     

          Foto: Bares SP

Ingredientes:
250g de feijão carioquinha, cozido e batido no liquidificador. Reserve.
50 ml de óleo
1/2 maço de cebolinha verde
1/2 maço de salsa
2 a 3 dentes de alho picado
1 pitada de coentro
50g cebola picada (1/2 unidade)
50g de bacon picado em cubos
50g de pimentão vermelho picado

Refogar o bacon, a cebola e o pimentão junto com o alho no óleo até dourar, juntar todos os ingredientes na panela e por último, o feijão batido e mexer bem. Acerte o sabor dos temperos. Servir com torresmo.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Torta de Palmito


Ingredientes da massa:
500 grs. de farinha de trigo peneirada
150 grs. de banha
125 g de manteiga gelada e picada
1/4 de xícara de chá de água gelada
3 gemas
1 colherinha de sal ou a gosto

Peneire juntos, a farinha e o sal. Corte a manteiga em pedacinhos e coloque sobre a farinha. Junte a mistura de água gelada e as gemas. Misture bem a massa com as pontas dos dedos. Forre uma forma para torta com papel manteiga (opcional) e coloque a massa no fundo e laterais. Despeje o recheio e cubra com a massa. Pincele 1 ovo batido quando a torta estiver pronta. Forno médio (200ºC) até dourar.

Ingredientes do Recheio de Palmito:
 01 vidro grande de palmito picado
01 xícara (de chá) de água ou água do palmito
2/3 de xícara de chá de farinha de trigo
1/2 xícara de azeitonas verdes
1 caldo de galinha
½ cebola picada
4 dentes de alho picados
Salsinha e cebolinha a gosto
Sal a gosto
50 grs. de queijo parmesão ralado grosso
02 colheres (de sopa) de azeite
1 caixinha de catupiri

Em uma panela, coloque o caldo de galinha para refogar no azeite. Depois, a cebola e o alho. Refogue bem. Coloque o palmito picado com um pouco da água e deixe ferver para amolecer. Quando estiver um pouco mais molinho, coloque a farinha dissolvida  com um pouco de leite. Coloque sal, salsinha e cebolinha e mexa até engrossar. Para finalizar, desligue o fogo e coloque as azeitonas,  o queijo parmesão ralado e o catupiry.

Mané Pelado Mineiro

    (Foto: saltoaltoepanelas.blogspot.com)

Essa delícia é um bolo feito à base de mandioca, muito consumido nas cidades mineiras. Diz a lenda que seu nome vem do fato de um mané (capiau) colher a mandioca sem roupa, por causa do calor e para não sujar a roupa de terra. Na verdade, cada um conta uma história diferente para a origem do nome. Passado de geração para geração é um bom companheiro para o café da manhã e o lanche da tarde.

Ingredientes:
1 k. de mandioca ralada
3 xícaras (chá) de açúcar
3 xícaras de leite (ou se preferir, 2 ½ de leite e 3 colheres de creme de leite)
4 ovos inteiros
3 colheres de óleo
2 colheres de manteiga
1 colher (sopa) de pó Royal
100 g. de queijo ralado
100 g. de coco ralado
1 garrafa de leite de coco (200 ml.)
1 pitada de sal
Canela e açúcar refinado para polvilhar

Rale a mandioca depois coloque a massa sobre um pano e torça bem para tirar um pouco da água da mandioca e reserve. Na batedeira bata bem os ovos e acrescente os outros ingredientes (menos a mandioca) bata um pouco e incorpore essa mistura à massa de mandioca, acrescente o fermento, misture delicadamente e coloque numa forma untada, leve para assar em forno pré aquecido a 180º por uns 40 minutos ou até doura por cima. Retire, polvilhe com canela e açúcar, deixe esfriar e sirva.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Bolo da Nhanhá


A "Nhanhá" era uma prima distante da minha mãe, muito rica, escandalosa e bajuladora. Nunca entendi esse apelido esquisito, muito menos sei seu verdadeiro nome. Usava muito laquê num cabelo sempre impecável, um perfume forte e chacoalhava as pulseiras quando falava. A pessoa podia estar com a roupa mais surrada, o cabelo todo atrapalhado, que ela dizia que era MARAVILHOSA! E assim fazia com todo mundo. A família sempre comentava entre nós, quando alguém elogiava exageradamente uma pessoa, diziam:

- Deve ser parente da Nhanhá! kkkkkk

Tirando essas peculiaridades, era excelente cozinheira, fazia quitandas maravilhosas! Quando minha mãe nos levava para visitá-la à tarde, era uma festa: fazia aquela mesa enorme de bolos e doces, de tirar o chapéu! A gente quase explodia de tanto comer e tinha assunto para o mês inteiro...

Esse bolo ela deu a receita para minha mãe, que eu copiei do caderno dela. É muito gostoso e para mim tem sabor de infância:

Ingredientes:

4 ovos inteiros
1 laranja com casca e tudo, menos a semente
¾ de xícara de óleo
1 pitada de sal
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de leite
1 colher de Pó Royal

Bater tudo no liquidificador aos poucos, um por um dos ingredientes. Untar uma forma redonda com furo e despejar a massa. Assar em forno quente. Quando estiver assado, retire do forno e despeje uma calda feita com 1 copo de açúcar refinado ou de confeiteiro e suco de 1 laranja. Enfeitar com raspas de casca de laranja.

Cueca Virada


(Foto: culinariareceitas.blogspot.com)
Essa receita é bem antiga e muito comum nas casas do interior. De origem italiana, chegou ao Brasil com o nome de "Grostoli", mas vocês sabem como é, deram uma abrasileirada: além do nome de Cueca irada, também é conhecida como Orelha de Gato. Esses biscoitinhos tem sabor suave e derretem na boca. Fáceis de fazer, podem complementar qualquer lanche ou sobremesa.

Ingredientes
1/2 kg de farinha de trigo
1 1/2   xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) cheia de margarina
30 gramas de fermento fresco (2 tabletes)
100 ml de leite morno
2 ovos
1 pitada de sal

Modo de preparo:
Dissolva o fermento no leite. À parte, misture a farinha, o açúcar, os ovos, a margarina, o sal e, por último, o leite com o fermento dissolvido. Cubra com um plástico e deixe crescer até dobrar de volume.

Abra a massa, corte em retângulos. Faça um pequeno corte no centro, introduza uma das extremidades no corte central e, no lado contrário, a outra extremidade. Deixe crescer novamente por 10 minutos aproximadamente e frite em óleo bem quente ou assada a 180ºC. Deixe esfriar e pulverize com mistura de açúcar e canela em pó.
http://www.receitasdemae.com.br