quarta-feira, 4 de maio de 2016

Tipos de Panelas: qual você prefere?



Ferro:
A utilização desse tipo de panela traz alguns benefícios à saúde. Foi provada a transferência do mineral presente na superfície das panelas de ferro para os alimentos, transformando-as em importantes aliadas no combate à anemia. O mesmo foi constatado para as panelas de aço inox. Mas tenha cuidado com a manutenção. Ela pode enferrujar facilmente e, se esfregada, a ferrugem pode se soltar.

Alumínio polido:

tem um acabamento mais polido do que a panela de alumínio batido. Hoje sabe-se que o alumínio pode ser prejudicial à saúde, mas apenas se a panela for mau usada.Se for bem lavada e conservada, e se as recomendações de não usar esponja de aço, não raspar e ferver água antes do uso forem obedecidas, a panela de alumínio é perfeitamente segura. Há estudos científicos que mostram que uma panela de alumínio bem conservada não libera alumínio nos alimentos durante o cozimento.

Inox:
A principal vantagem é o fato de as panelas não oxidarem. Além disso, o material é resistente e distribui o calor de forma igual por sua superfície.

Barro:

Indicada para fazer alimentos líquidos ou com caldo, como sopas, molhos, feijão e ensopados. Assim como a panela de cerâmica, demora para esquentar, mas mantém o calor por um longo período de tempo. Alimentos com baixo teor de água podem ficar ressecados se preparados nessa panela.

Alumínio batido/fundido
:
Panelas de alumínio fundido que são excelentes, muito fortes e suportam altas temperaturas, em geral usadas profissionalmente em bares e restaurantes. As panelas de alumínio são as melhores entre todas as outras para fritura por imersão. E nem precisa ariar demais: a mancha escura é uma proteção contra contaminação.

Cobre:

Assim como as inoxidáveis, as panelas de cobre são boas condutoras de calor. Mas não podem ser utilizadas para cozinhar todo tipo de alimento. Ao entrar em contato com o sal ou alimentos ácidos como tomate, limão e vinagre, o cobre pode se desprender da panela.

Cerâmica:
Apesar de serem um pouco mais caras que as outras panelas, o investimento vale a pena, já que são fáceis de limpar, antiaderentes e conservadoras de calor. Demora mais tempo que o normal para esquentar, o que faz com que o consumo de energia aumente.

Vidro:
Um dos modelos mais seguros para a saúde, a panela feita desse material não possui nenhum tipo de contraindicação. É fácil de limpar e não passa nenhum tipo de substância para os alimentos durante o preparo. Por outro lado, é cara, pesada, frágil e não pode ser reciclada por ser feita com vidro temperado.

Pedra: 
Indicada para o preparo dos mesmos tipos de alimentos que podem ser feitos na panela de barro. Por ser porosa, pede atenção especial ao ser lavada, para que não haja proliferação de microrganismos. Aqueça-a em fogo baixo, para que a panela não rache pelo choque térmico.

Esmaltada:
As panelas esmaltadas ou de ágata são muito decorativas mas lascam o esmalte facilmente e podem eventualmente contaminar os alimentos nelas preparados. As panelas fabricadas anteriormente a 1980 só devem ser usadas para decoração – também não use se houver pinturas ou decalques na superfície interna.

Antiaderente:
De fácil utilização, esse é o mais controverso tipo de panela disponível no mercado. Em sua composição existem ácidos extremamente problemáticos. Quando expostos a altas temperaturas, libera gases tóxicos que causa sintomas similares aos da gripe. Se sua panela antiaderente estiver riscada ou se sua superfície estiver se desprendendo, descarte-a imediatamente.

Fonte:http://www.ecycle.com.br


quarta-feira, 20 de abril de 2016

Creme de Chocolate Branco e Leite Condensado para Bolos



Ingredientes:
2 latas de leite condensado
2 colheres (sopa)de margarina
1 tablete de 140 gramas de chocolate branco
2 caixinhas de creme de leite


Modo de Preparo:
Em uma penela, misture o leite condensado, a margarina e o chocolate. Leve ao fogo baixo, mexendo sempre até dar o ponto de brigadeiro. Desligue o fogo e acrescente o creme de leite e mexa bem.
Espere esfriar e use para recheio de bolos, cupcakes e tortas!

quarta-feira, 23 de março de 2016

Receita Perfeita de Pão de Ló para Bolos recheados



INGREDIENTES
8 ovos
1 1/2 xícara (de chá) de açúcar
1/2 xícara (de chá) de margarina
2 xícara (de chá) de farinha de trigo
1 colher (de sobremesa) de fermento

MODO DE PREPARO:

Coloque na tigela grande da batedeira os ovos com o açúcar e bata em velocidade alta até ficar claro e fofo (como na foto abaixo). Acrescente a margarina derretida e já fria e reduza a velocidade da batedeira. Agora acrescente a farinha de trigo e o fermento peneirados e não bata muito. Coloque em uma forma untada e forrada com papel manteiga e untado e polvilhado com farinha de trigo. Leve ao forno pré-aquecido em 180 graus por mais ou menos 25 minutos. Usei uma forma de 25 cm de diâmetro. Depois deixe esfriar para poder desenformar.

Obs. Veja que dá para fazer 3 fatias de bolo. Para cortar é muito fácil, use uma serra de pão daquelas bem grandes e corte da espessura que você preferir e depois é só pegar com as mãos e colocar sobre a mesa. Ela não quebra. Ela é muito macia e gostosa, mas não quebra facilmente quando manipulada para rechear.

Para rechear:

Depois de lavar a forma que você usou para assar o bolo, forre o fundo com papel alumínio e coloque uma das fatias do bolo. Regue com uma calda ou com leite adoçado ou leite de coco adoçado, ou a calda de sua preferência. Coloque o recheio escolhido e a outra camada de bolo. Regue novamente com a calda. Coloque mais uma camada de recheio, que pode ser a mesmo ou outro. Coloque a última camada de bolo e regue novamente. Cubra, leve a geladeira por uns 15 minutos. Passe uma faca ao redor da forma e é só virar na bandeja. Retire o papel alumínio e está pronto para colocar a cobertura de sua preferência.

Compartilhado de Receitas na Cozinha

quinta-feira, 10 de março de 2016

Salada de Batatas para Churrasco


Compartilhado de Aline W. -  Neste link
"Algumas das coisas que eu mais gosto no verão são os churrascos com os meus amigos - e não pode faltar a salada de batatas! O problema é que a salada tradicional feita com maionese, além de altamente calórica, pode ser muito perigosa no calor, devido ao risco de salmonela nos ovos crus.

Então, que tal variar um pouco e experimentar esta salada de batata alemã? Por ser feita com um molho à base de vinagre, ela não é tão cremosa como a salada tradicional, mas o que não tem em cremosidade compensa em sabor e textura, além de ser uma opção muito mais leve para os dias mais quentes."
Ingredientes:
1,5 Kg de batatas, cozidas e cortadas em pedaços grandes;
250 g de bacon cortado em cubos;
1 cebola roxa grande picada;
¾ de xícara de vinagre de maçã;
1 colher de sopa de sementes de mostarda ou mostarda dijon;
¼ de xícara de óleo de canola;
Sal e pimenta a gosto;
8 cebolinhas fatiadas finamente;
¼ de xícara de salsinha picada.

​Preparo:


Após cozinhar e reservar as batatas, frite o bacon em uma frigideira até ficar crocante e reserve.
Na mesma frigideira, aproveite a gordura deixada pelo bacon para fritar a cebola por 3 a 4 minutos, até que fique macia.

Adicione cuidadosamente o vinagre e as sementes de mostarda e cozinhe por mais 2 minutos. Tire do fogo, misture o óleo de canola e tempere a gosto, com o sal e a pimenta. Jogue o bacon e a cebola sobre as batatas, misturando delicadamente. Adicione a cebolinha e a salsinha e tempere com mais sal e pimenta, se necessário. Hummm... Bom apetite!

quarta-feira, 2 de março de 2016

Sorvete Caseiro de Creme


         Uma receita de sorvete de creme facílima e fica muito gostoso!
Ingredientes:
600 ml. de leite
1 lata de creme de leite
5 colheres de sopa de açúcar (ou à gosto)
4 colheres de sopa de leite em pó
2 colheres de café de essência de baunilha
4 gemas
        Rendimento: 1 litro e meio (se quiser fazer uma quantidade menor, basta fazer 1/2 receita)


Numa panela junte o leite, açúcar, leite em pó e as gemas. Quando começar a levantar fervura, desligue, deixe amornar e acrescente o creme de leite e a baunilha misture bem (pode ser com um fuê ou na batedeira).  Despeje sobre uma peneira em uma assadeira de alumínio de 40 x 25 cm. Uso a peneira para coar algum pedacinho que pode não foi dissolvido). Levar ao freezer até endurecer. Retire do freezer, raspe com uma colher e coloque na vasilha da batedeira. 



Bata por 2 minutos em velocidade alta. Despeje em uma vasilha ou pote de sorvete e leve ao freezer.


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Brioche Tradicional



Dia chuvoso... Deu vontade de fazer um cafezinho da tarde para acompanhar esses Brioches, acho que a combinação é perfeita!  Esta receita é neutra, quer dizer poderá ser acompanhada com presunto, mussarela, manteiga, requeijão ou geleia.

Ingredientes:
7 colheres de sopa de água morna
14 colheres de sopa de leite morno
2 tabletes de fermento biológico fresco
100 grs. de de manteiga  em temperatura ambiente (meio tablete)
3 ovos inteiros + 1 gema
1/2  de xícara de açúcar
1 colher (de chá) de sal
5 a 6 xícaras de farinha de trigo até a massa soltar das mãos
1 gema para pincelar

Modo de Fazer:
Numa bacia grande, misture o fermento na água morna e dissolva bem. Depois, acrescente o leite, a manteiga, os ovos,  açúcar e o sal. Misture bem. Vá adicionando a farinha aos poucos e misture até a massa soltar das mãos. Sove sem parar até sentir a massa lisinha. Cubra com um pano de prato e deixe a massa crescer por 45 minutos ou até dobrar de volume.


Você pode dividir a massa em 15 bolinhas e colocar nas forminhas próprias para brioche. Como eu não tenho, adaptei para essa assadeira para cupcakes, que também dá certo. No meio de cada, aperte bem com o dedo e enfie as bolinhas no buraco que vai formar. Pincele com gema e  asse em forno pré-aquecido temperatura média (180ºC). Retire quando os brioches estiverem dourados.



terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Gelatina de Chocolate


Fonte 1001 dicas gastronômicas e Shotfilms

Vi essa receita e achei simplesmente maravilhosa! Simples, prática e muito gostosa. Clique no vídeo explicativo, vocês vão ver como é fácil de preparar!

video